Queda de avião da Ethiopian Airlines deixa 157 mortos

Apesar de descartarem possibilidade de haver sobreviventes em meio aos destroços, autoridades locais trabalham em operações de busca e socorro 

Foto: Jim Lee

Minutos após decolar em Adis Abeba, capital da Etiópia, a aeronave da Ethiopian Airlines caiu com 149 passageiros e oito tripulantes a bordo na manhã deste domingo, 10. O voo tinha como destino a cidade de Nairobi, capital do Quênia. As causas do acidente, que segundo dirigentes da empresa não deixou sobreviventes, permanecem desconhecidas.

As autoridades informaram que, ao todo, foram embarcadas pessoas de 33 diferentes nacionalidades. Dentre elas, nenhum brasileiro. Dentre os rumores acerca do acidente, foi considerada a possibilidade de um ataque terrorista. Mais tarde, autoridades descartaram essa hipótese.

Familiares das vítimas aguardam, neste momento, por mais informações na porta do aeroporto. Mobilizados com cartazes e faixas, alguns aguardam a chegada de parentes e amigos na esperança de terem embarcado em outro voo ou em horário diferente.

Apesar de descartarem a possibilidade de haver sobreviventes meio aos destroços, autoridades locais trabalham em operações de busca e socorro.  Este é o segundo acidente aéreo de grande impacto envolvendo o mesmo modelo de aeronave (737 Max-8) nos últimos 6 meses. Vale lembrar que, em novembro do ano passado, um avião da Lion Air caiu na Indonésia. O acidente deixou 189 mortos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.