Quadrilha explode caixa eletrônico, troca tiros com a PM e causa terror em Silvânia

Pessoas que passavam na rua foram feitas reféns e um jovem de 21 anos acabou morto. Polícia continua no cerco para capturar os bandidos que fugiram

Na madrugada deste domingo (7/1), uma quadrilha de assaltantes de banco aterrorizou a cidade de Silvânia. Os bandidos explodiram caixas eletrônicos de uma agência bancária, fizeram reféns e atiraram a ermo nas ruas causando pânico nos moradores.

Pessoas que estavam em uma lanchonete próxima ao banco que sofreu as explosões ficaram em poder dos bandidos e foram agredidas com coronhadas.

Na ação dos bandidos, um jovem de 21 anos, identificado apenas como Marco Antônio, acabou morto. O jovem estava em um veículo que passava pela rua no momento da confusão. Ele foi levado ao hospital da cidade mas não resistiu aos ferimentos.

Após a explosão, equipes do Comando de Operações de Divisas (COD) foram acionadas e conseguiram interceptar um dos veículos da quadrilha na GO 010, e, depois de intensa troca de tiros, um dos agressores veio a óbito no local e outros três conseguiram fugir para uma região de mata.

O outro veículo utilizado pela quadrilha conseguiu chegar até uma casa na cidade de Senador Canedo, onde funcionava o esconderijo da organização criminosa. Na residência, dois indivíduos foram abordados por equipes da Polícia Militar. Após troca de tiros, um veio a óbito no local e o outro, após ser socorrido no hospital, também morreu.

Os bandidos mortos foram identificados como Thiago Rodrigo de Siqueira, Rafael Mateus de Oliveira e Ivânio Gonçalves. Todos eles possuíam várias passagens pela polícia. Junto com eles foram apreendidos duas Pistolas Cal 9mm, uma espingarda Cal 12, explosivos e dois veículos roubados.

Já na manhã deste domingo (7/1), equipes da Polícia Militar identificaram outro integrante da quadrilha, identificado como Luis Carlos Alves Pereira. O suspeito estava em uma região de mata, na Zona Rural de Silvânia, e, em poder do mesmo, foi apreendido um Fuzil Cal 7,62mm, equipado com um aparelho de mira especial.

Essa quadrilha é a principal suspeita de ter explodido caixas eletrônicos do Banco do Brasil da Cidade Livre em Aparecida de Goiânia. Na ação, um motorista de uma van foi alvejado na perna e teve o membro amputado.

Equipes do COD, GRAER, ROTAM, PM/2, CPE/3° CRPM, 1° BPMRV e da Companhia de Silvânia, permanecem no cerco para capturar o restante da quadrilha. De acordo com a Polícia Militar, acredita-se que pelo menos dois bandidos continuam escondidos na mata.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.