PSDB muda discurso e diz que quem votar contra reforma da Previdência será punido

Sigla fechou questão a favor da reforma, mas havia dito anteriormente que parlamentares não seriam punidos

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou neste sábado (16/12) que haverá punição para deputados que votarem contra a reforma da Previdência. A informação é do portal UOL.

Durante a  primeira reunião da Executiva do PSDB com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, no comando da legenda, o partido decidiu fechar questão em favor da proposta de reforma da Previdência, que tramita na Câmara dos Deputados.

Os tucanos decidiram apoiar sem ressalvas o texto que foi apresentado, no entanto, a sigla disse na ocasião que não deveria  punir os parlamentares que votarem contra a matéria. A bancada do PSDB conta com 46 deputados e cerca de 60% já decidiram apoiar a reforma, segundo informações publicadas pelo jornal “O Globo”.

Além dos PSDB, outros partidos como o PTB, PPS e PMDB também fecharam questão a favor da reforma.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.