PRTB não poderá lançar candidatos a vereador em Trindade

O partido não corrigiu o documento DRAP dentro do prazo e pediu reconsideração após período legal – o pedido de correção também estava irregular

Jair Bolsonaro; Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB; e Hamilton Mourão | Foto: Reprodução

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) não poderá lançar candidaturas ao cargo de vereador em Trindade por ter apresentado documentos irregulares. Foi oferecido à sigla a possibilidade de justificar o erro e corrigir o documento “Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários” (conhecido como DRAP), mas o partido não o fez em prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral. 

Houve pedido de reconsideração da sentença por parte do PRTB estadual para retificar o DRAP, mas fora do período legal. Chama a atenção o fato de que o próprio pedido de reconsideração do DRAP apresentado pelo partido está irregular, faltando a assinatura eletrônica do partido.

A juíza eleitoral da 49ª Zona Eleitoral, Karine Unes Spinelli, chamou a atenção dos advogados do partido na sentença em que indeferiu o pedido de correção do Drap: “O processo eleitoral merece mais respeito por parte daqueles que resolvem participar do mesmo”, escreveu a juíza. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.