PROS em Goiás será comandado por Talitta Di Martino, esposa de Tayrone

Ex-tucano é pré-candidato a deputado estadual pelo partido Brasil 35 

O Partido Republicano da Ordem Social em Goiás (PROS-GO), nacionalmente, segue um dilema na Justiça, mas, por enquanto, o comando da sigla está nas mãos do perito aposentado da Polícia Civil, Marcus Holanda, que convidou a esposa de Tayrone, Talitta Di Martino para presidir o partido em Goiás.

Ao assumir a presidência da sigla, ela e Tayrone seguem em legendas diferentes. O marido está filiado ao Brasil 35 (antigo Partido da Mulher Brasileira), por onde deve disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), nas eleições de 2 de outubro. Acerca de cada um está em lados opostos, ao Jornal Opção, Talitta disse que o Brasil 35 “foi o partido que ele (Tayrone) articulou” e viu como melhor de chapa para disputar a deputado estadual.

Talitta é jornalista e cantora católica e chegou a se apresentar como pré-candidata a deputada federal. “É uma conversa que eu tive, inicialmente, mas depois teve algumas desavenças políticas dentro do partido, o ex-presidente deixou (a sigla) daí a gente começou uma conversa para unificar, fazendo um processo de pacificação dentro do partido para manter a chapa”, pontuou. O partido no estado sofreu várias baixas durante a última janela eleitoral.

“Neste momento, eu não estou mais pensando em projeto pessoal, mas um projeto coletivo, de manter a chapa de federal que já estava montada e dar dignidade ao partido, como o fortalecendo dentro do estado”. Os demais membros da Comissão Provisória Estadual são o pastor André Custódio, como tesoureiro, e Carlos Pedrosa, na secretaria geral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.