Projeto que cria programa de arteterapia para pessoas com síndrome de Down deve ser votado em março

A medida é de autoria do deputado Wilde Cambão (PSD)

O deputado Wilde Cambão (PSD) quer criar em Goiás, o Programa Estadual de Incentivo à Utilização da Arteterapia e Musicoterapia para pessoas com Síndrome de Down. “Para quem tem Down, a arteterapia aplicada por profissionais habilitados é fundamental nesse processo de aprendizagem e desenvolvimento”, explica Wilde Cambão.

Cambão afirma que a arteterapia aplicada em pessoas com Down, “ajuda a intensificar e auxiliar na tomada de consciência do sensorial e a sensibilidade estética, podendo proporcionar melhora na qualidade de vida”.

O deputado acrescenta que outra arte eficaz é a musicoterapia. Segundo ele, esse trabalho musicoterapêutico ajuda a estimular habilidades perceptivas, motoras, cognitivas, socioemocionais e de comunicação. Segundo o texto do projeto, estudos recentes mostram, por exemplo, que o canto dirigido ao bebê com síndrome de Down melhora a atenção e a autorregulação, duas funções importantes para o aprendizado e a comunicação.

O parlamentar anota que, dessa forma, ao criar esse programa de incentivo, o Estado auxiliará não só as pessoas que têm Down, mas também seus familiares, que irão presenciar um desenvolvimento bastante satisfatório através do tratamento realizado com profissionais devidamente habilitados.

O projeto de nº 4525/21, já foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, na Comissão de Assistência Social e agora segue para dois turnos de votação em Plenário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.