Projeto que amplia o efetivo do Corpo de Bombeiros é aprovado na Alego

A mudança garante a ampliação do efetivo de 4.988 para 5.609 cargos e trata também de promoções

Nesta terça-feira, 17, o projeto que trata da reestruturação dos quadros de pessoal do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO) foi aprovado em primeira votação. A matéria altera duas leis, a Lei nº 16.899, de 26 de janeiro de 2010, que “fixa o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás e a Lei nº 11.383, de 28 de dezembro de 1990, que “dispõe sobre as promoções dos oficiais da ativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás”. O texto foi aprovado com unanimidade.

A mudança garante o aumento do efetivo de 4.988 para 5.609 cargos. “O objetivo, com a reestruturação dos quadros de pessoal do CBM, é dar continuidade ao processo de crescimento e de desenvolvimento da organização e ao preenchimento dos cargos disponíveis por bombeiros militares”, argumenta o governador Ronaldo Caiado.

Em relação às promoções, o texto afirma que para ser promovido pelo critério de antiguidade ou merecimento, é preciso que o oficial esteja incluso, no caso de major, tenente-coronel e coronel, entre os 35% mais antigos do quantitativo total de oficiais dos postos de capitão, major e tenente-coronel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.