Professores terão prioridade na restituição do imposto de renda a partir de 2018

A lei foi sancionada pelo presidente Michel Temer e entra em vigor dia 1º de janeiro de 2018

Mayara Carvalho

A Lei 13.498/2017 foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (27/10) e estabelece que os professores serão a segunda categoria a ter prioridade para recebimento da restituição do imposto de renda, depois dos idosos.

A lei entra em vigor em 1º de janeiro de 2018. Tem origem no Projeto de Lei do Senado (PLS) 6/2009, aprovado no Senado em maio de 2011 e ratificado sem modificações na Câmara dos Deputados em agosto deste ano.

Atualmente, pessoas com idade igual ou superior a 60 anos têm prioridade no recebimento da restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), de acordo com o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003).

A nova legislação altera a lei sobre o IRPF (Lei 9.250/1995) para assegurar que contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério fiquem em segundo lugar nessa prioridade.

O autor do PLS, senador Cristovam Buarque (PPS-DF), afirmou na justificativa do projeto que o novo benefício “não vai gerar custo para o Estado, que não abrirá mão de qualquer valor, não pagará nada a mais para os professores”. Na avaliação do senador, “desse modo, estaremos estimulando a melhoria da educação no país sem gastar um único centavo dos cofres públicos”.

Uma resposta para “Professores terão prioridade na restituição do imposto de renda a partir de 2018”

  1. Avatar Natanael disse:

    Senhor Senador, estimularia de fato se nós, professores, não precisássemos pagar imposto, uma vez que já damos uma contribuição mais que importante para a formação dos cidadãos e desenvolvimento do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.