Professores da Rede Municipal de Goiânia entram em greve hoje

Os servidores administrativos, docentes e auxiliares de atividades educativas da Rede Municipal de Educação de Goiânia entraram em greve nesta segunda-feira (26/5).  A reivindicação geral é o não cumprimento integral do acordo firmado entre a Prefeitura de Goiânia e os educadores, como a incorporação da gratificação de regência de classe, pagamento das titularidades e progressões. O acordo foi firmado em outubro do ano passado, quando houve a última greve, que na época durou quase um mês.

O coordenador jurídico do Sindicato Municipal dos Servidores da Educação de Goiânia (Simsed), Antônio Gonçalves, reclama que não houve um plano de prazos para o cumprimento desses acordos. “A previsão era para até agosto, e não para depois de agosto”.

O Simsed divulgou um calendário de greve. Hoje os trabalhadores da rede de ensino de Goiânia farão visitas às instituições escolares.

Às 16h desta segunda-feira a secretária de Educação, Neyde Aparecida, concede coletiva à imprensa a respeito da paralisação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

leonardo

Infelizmente a incompetência do prefeito não nos deixou outra alternativa. Há sete meses, desde a suspensão da greve no ano passado, a categoria tenta fazer com que o Paulo Garcia cumpra o compromisso assumido com os trabalhadores da Educação à época. Logo não há nada de novo, já a pauta é a mesma. Nem a falta de responsabilidade por parte da prefeitura é algo novo. A única coisa que mudou é que, ao assinar o documento perante representantes da categoria e membros do MP, e depois de dizer em público que “era de uma época em que a palavra de… Leia mais