Procedimento contra Deltan Dallagnol é desarquivado pelo Conselho Nacional do Ministério Público

Caso foi levado ao órgão por causa de conversas publicadas pelo site The Intercept Brasil, e havia sido arquivado pelo corregedor Orlando Rochadel

Foto: Reprodução

O procedimento contra o procurador da Justiça Deltan Dallagnol, levado ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em decorrência das mensagens de Telegram publicadas pelo site The Intercept Brasil, foi desarquivado, nesta terça-feira, 13, e voltará a tramitar.

O corregedor, Orlando Rochadel, em decisão individual, arquivou a reclamação contra Deltan, alegando que as mensagens não tinham autenticidade comprovada. Apesar do pedido de dois dos conselheiros do CNMP, Erick Venâncio e Leonardo Accioly, ainda não há data para o julgamento no órgão.

O CNMP é o órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores do país. Seus 14 conselheiros são indicados por suas instituições de origem e entidades da sociedade civil.

Caso

Deltan teve sua conduta como coordenador da Operação Lava Jato colocada em xeque, após o vazamento de mensagens trocadas pelo aplicativo Telegram e divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

As mensagens, supostamente, trocadas com o até então juiz Sergio Moro, indicam que houve colaboração do procurador, fato que pode ter interferido na imparcialidade do processo. Os diálogos apontam que Deltan incentivou a investigação dos ministros do Supremo Tribunal Federal, Dia Toffoli e Gilmar Mendes, de forma sigilosa, o que segundo a legislação brasileira não é permitido.

Deltan também teria montado um plano de negócios para lucrar com a fama e contatos obtidos durante a Lava Jato. Além disso, ele e o colega Roberson Pozzobon cogitaram abrir uma empresa no nome de suas esposas, para assim evitar questionamentos legais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.