Primeiro programa de Iris na TV frustra expectativas de mudar o rumo da campanha

Se os programas do PMDB na TV não forem bem diferentes do primeiro, Marconi já pode ir encomendando o terno para posse no 4º mandato iris15 Depois de uma desgastante batalha para se impor como candidato do PMDB ao governo e dada a enorme desvantagem para seu arquirrival, Marconi Perillo (PSDB), cada vez com chance maior de vencer no primeiro turno, a aposta de Iris Rezende para uma virada no rumo da sucessão seria o horário eleitoral, especialmente seus minutos na TV. Se depender do primeiro programa, a turma pode esquecer.

A coligação oposicionista levou para os lares goianos o ex-governador, o ex-prefeito, o ex-ministro, (ex) tudo, menos uma perspectiva de futuro mandatário de Goiás.

As filhas de Iris Rezende foram à tela para falar da figura do pai que em nada se diferencia de sua figura pública, e para dizer que ele atende “desde o presidente da República” até a pessoa mais humilde com a mesma atenção.

Depois, foi a vez de o próprio candidato se apresentar. O cenário? Uma imagem gravada em propriedade rural, talvez a do próprio Iris, vestido de camisa xadrez. “Quando a pessoa nasce, recebe um dom de Deus. Nasci com um dom político e a minha carreira política só encontra explicação na área espiritual”, declarou. Seu depoimento messiânico combina com o início do programa, em que aparece cumprimentando pessoas na rua e sendo aquele que “toma cafezinho na casa da gente”, como disse o locutor.

Ao que parece, Iris parece não apostar na renovação de sua imagem — ou mesmo de seu perfil — como tática para vencer as eleições. Mostrou o que ele é: alguém que gosta de ser popular (ou populista, na visão de outros, principalmente adversários), que mostra suas origens como algo virtuoso e que se entende como alguém designado por poderes divinos para uma missão na Terra. Falou que ama Goiás, mas não tocou em nada que de fato signifique mudança para as pessoas do Estado.

Enfim, perdeu seu primeiro horário eleitoral. Para o bem de sua própria coligação, que os programas na TV sejam bem diferentes do que foi o primeiro. Caso contrário, Marconi fica bem mais perto de encomendar o terno da posse para o quarto mandato.

4 respostas para “Primeiro programa de Iris na TV frustra expectativas de mudar o rumo da campanha”

  1. Avatar DESCEPCIONADO disse:

    JA VOU DIZER LOGO.. NÃO SOU MILITANTE NÃO TENHO AFINIDADE POLITICA… VOU RELATAR O QUE PENSO E SINTO…. AO CONTRARIO DOU PARABENS AO NOSSO FUTURO GOVERNADOR IRIS REZENDE PELO FATO DE ESTAR CANSADO DO MARCONI QUE É CONTRA CONCURSOS, NÃO NOMEIA OS CONCURSADOS, TORNOU NOSSO ESTADO UM DOS MAIS VIOLENTOS E COMO GOSTA DE TERCEIRIZAR, OPITA POR TEMPORARIOS, VENDEU A CELG, É O GOVERNADOR DO BLA..BLA..BLA. PELO NÃO FEZ COMO O MARCONI QUE APROVA LEI CONTRA FICHA SUJA E O MESMO NOMEIA OS FICHAS SUJAS AO SEU AUTO ESCALÃO….. MARCONI VC ENVELHECEU MENTALMENTE….. ATÉ SUA VOZ JA ESTA DESAGRADEVAL… MARCONI NÃO DÁ MAIS

  2. Avatar Benício David disse:

    Acho que a opinião acima está muito tendenciosa e afoita. No geral o primeiro programa é de apresentação. Entendo que já a partir do próximo programa a equipe de marketing deverá questionar o governo atual para estabelecer o contraditório e apresentar uma agenda positiva com metas bem definidas. A rigor Marconi elegeu desta forma. O “senão” é que não cumpriu a maioria das promessas….A rigor qual foi a agenda positiva do Programa da situação bem como dos demais candidatos a não ser falar do passado….

  3. Avatar Divino Neto disse:

    Não voto no IRIS REZENDE, mas discordo completamente da crítica ao programa eleitoral do candidato do PMDB!!! O povo goiano tem sua origem no campo, e se orgulha disso, o cenário de uma fazenda não impõe necessariamente uma imagem retrograda, mas aproxima o eleitor da sua raiz rural!!! Gostei da sinceridade e simplicidade do discurso do Iris, acho mais eficaz que as teatrais, circenses e demagogas apresentações do Marconi, Aécio, José Elton e Vilmar, na propagando do candidato governista, (diga-se de passagem, para uma platéia formada por funcionários púlbicos, coagidos a participarem do evento, sob pena de perderem seus empregos) as pessoas não se identificam com aquilo, aquele discurso de comício não empolga mais, envelheceu, caiu em desuso, assim como o tempo novo!!!

  4. Avatar Igor disse:

    Acho interessante as opiniões dadas por vários leitores. Muitos, ou quase todos, se dizem apartidários, não filiados, porem, todos com o mesmo discurso, idênticos. Sou Marconi e não nego, falo o que penso sem precisar me esconder, não sou filiado a partidos políticos, mas, em minha humilde opinião, Marconi com todos os erros e acertos é sim o melhor para Goiás. Fico enojado de ver um vídeo desses, tanta mentira e falsidade. Gostaria de saber como um homem poderia chegar a um patrimônio de quase 1bi sendo político? Não sei quantos anos tem, colega, Eu tenho 24 e moro em Goiás a 13, só pude ler sobre as gestões de Iris Rezende (Graças a Deus), mas, não existiu Governador mais privatizador que o dele e do PMDB, que fez mais cortes nos orgãos públicos, tanto de funcionários como de salários, e não falo de comissionados, falo dos concursados, obras de péssima qualidade. Iriz nunca foi do povo e nunca vai ser, porque o foco dele é uma rixa pessoal contra Marconi e não para melhorar Goiás, por isso deu a rasteira no Junior Friboi. Fico decepcionado de ver que existem muitas pessoas que ainda usam seus votos para cunho pessoal, empregos, vantagens, benefícios, são tão corruptos quanto os políticos, porem, muito mais burros. Meu nome é Igor, só para constar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.