Primeiro passaporte com marcação de gênero neutro é emitido pelos EUA

Essa foi uma das grandes promessas do presidente do país Joe Biden, à população LGBTQIA+, durante sua campanha presidencial

Primeiro passaporte com marcação de gênero neutro é emitido pelos EUA | Foto: Reprodução

Foi emitido, nesta quarta-feira, 27, pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, o primeiro passaporte com marcação de gênero neutra, que deve chegar à população logo começo do próximo ano. A emissão do documento representa um marco para a população norte-americana não-binária – e foi uma das grandes promessas de Joe Biden à população LGBTQIA+ durante sua campanha.

De acordo com o site oficial do presidente, Biden diz acreditar que pessoas transgênero ou não binárias devem ter o direito e a opção de alterar seus marcadores de gênero para “M”, “F” ou “X”, em identificações governamentais, passaportes ou outros documentos.

“Ele apoiará os esforços estaduais e federais para permitir essa representação precisa”, diz o site. Só nos Estados Unidos, de acordo com dados do Williams Institute, divulgados pelo jornal The Washington Post, vivem mais de 1,2 milhão de adultos LGBTQIA+ não binários.

Já na América Latina, o primeiro país a autorizar a emissão do Documento Nacional de Identidade e de passaportes a pessoas não binárias foi a Argentina. A ação, publicada em decreto presidencial em julho de 2021, inclusive, foi celebrada em evento promovido no Museu do Bicentenário, em Buenos Aires.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.