Primeiras-damas de Goiânia e de Anápolis devem concorrer a uma cadeira na Alego

Esposas dos prefeitos de Goiânia, Rogério Cruz, e Anápolis, Roberto Naves, têm os nomes praticamente cravados por correligionários

As primeiras-damas de Goiânia, Thelma Cruz (Republicanos), e de Anápolis, Vivian Naves (sem partido), devem concorrer a cadeiras na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nas eleições gerais deste ano, marcadas para o mês de outubro. Elas são esposas, respectivamente, dos prefeitos Rogério Cruz (Republicanos) e Roberto Naves (Progressistas) e devem se candidatar pelas siglas nas quais estão os chefes do Executivo. Fontes progressistas e republicanas confirmam os nomes das duas políticas. Ambas concorrerão às eleições pela primeira vez.

Há, inclusive, quem crave o nome da republicana Thelma Cruz entre os 42 postulantes da sigla que comporão a chapa do partido do prefeito goianiense para concorrer a Alego.

Apesar da tendência ser que Vivian Albernaz concorra ao cargo pelo Progressistas, a primeira-dama anapolina ainda não se decidiu porque “há muitos convites”, segundo fonte ouvida pelo Jornal Opção. A decisão deve ocorrer nas próximas duas semanas. A filiação em outra sigla, no entanto, tem como condicionante estar na base do governador Ronaldo Caiado (União), outro anapolino, aliado de Roberto Naves.  

“Vivian Naves é pré-candidata a deputada estadual. [A decisão] leva em consideração principalmente o trabalho prestado à cidade de Anápolis, sobretudo na área social, com projetos que podem ser ampliados para outros municípios do Estado”, diz uma fonte próxima a primeira-dama. Questionada sobre a possibilidade da candidatura dela afetar a relação que o município tem com os dois deputados estaduais por Anápolis, Coronel Adailton (PRTB) e Amilton Filho (Solidariedade), ambos da base, a fonte diz que não há problemas porque o grupo está unido e tem um mesmo projeto: lançar bons candidatos a deputados estadual e a federal. 

“O grupo permanece unido. Está se fortalecendo ainda mais o grupo político liderado pelo prefeito Roberto Naves e, no caso específico do deputado Amilton Filho [que conversa com o Progressistas], a escolha partidária dele é uma decisão pessoal que o grupo respeita e apoia”, explica a fonte. O deputado Coronel Adailton, no entanto, já deixou o Progressistas na última terça-feira, 15. Ao Jornal Opção, o político disse que foi uma “questão de sobrevivência no parlamento”. “O Progressistas é uma sigla que deve ter uma chapa com vários candidatos fortes, como a própria primeira-dama de Anápolis, que também é sua base”, explicou Adailton antes de deixar a sigla.

Já a primeira-dama Telma Cruz, como antecipado pelo Jornal Opção, vai compor a chapa do Republicanos na disputa por espaço na Alego. A atuação política da primeira-dama foi fortalecida pelas ações da Prefeitura de Goiânia, principalmente no âmbito social, tal qual ocorre com Vivian Albernaz. 

Uma resposta para “Primeiras-damas de Goiânia e de Anápolis devem concorrer a uma cadeira na Alego”

  1. Avatar Denis Robson disse:

    Sou de Anápolis e jamais apoiarei parente ou alguém apoiado por esse Roberto Naves.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.