Prevent é condenada a pagar quase R$ 2 milhões a família de paciente que tomou ‘kit Covid’ em hospital

A decisão da Justiça de São Paulo publicada nesta quarta-feira, 29, é provisória e cabe recurso. Documento diz que a empresa tem até 5 dias para depositar o valor

Prevent Senior | Foto: divulgação

A Prevent Senior terá que depositar R$ 1,92 milhão para o pagamento do tratamento do aposentado Carlos Alberto Reis, de 61 anos, que tomou o “kit Covid” após ser internado em uma unidade hospitalar da operadora de saúde na capital paulista e não receber o atendimento adequado contra a Covid-19. A decisão da Justiça de São Paulo é provisória e cabe recurso.

Segundo o portal G1, o paciente foi transferido, por opção da família, para o Hospital Israelita Albert Einstein, onde ficou internado, pois o hospital privado era a único com unidade de terapia intensiva (UTI) disponível na época, em março de 2021. Ele teve alta após dois meses de internação.

Na decisão, do juiz Guilherme Santini Teodoro, da 30ª Vara Cível,assinada na última segunda-feira, 27, mas publicada nesta quarta-feira, 29, a empresa tem até 5 dias para depositar o valor.

O juiz justificou que “elementos indicativos de falha em atendimento médico-hospitalar” por parte da Prevent Senior, com base em relatórios médicos presentes nos autos. O paciente mostrou que tomou “medicamentos comprovadamente ineficazes, como ivermectina e hidroxicloroquina”, para o tratamento do coronavírus, quando o paciente já estava com insuficiência respiratória.

“Aplicou-se “kit Covid” e não se providenciou internação em UTI, recomendada pelo grave estado do paciente, inicialmente atendido em enfermaria [do hospital Sancta Maggiore] e depois, por intervenção de médico de confiança da família, em semi UTI”, escreveu o juiz na decisão.

A operadora de saúde é alvo de investigação da CPI da Covid, do Ministério Público de São Paulo, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de órgãos de vigilância por falha na prestação de serviços e até por negligência e omissão de mortes de pacientes com Covid-19 durante a pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.