Presos se rebelam após agentes impedir repasse de drogas e celulares em Goiatuba

Detentos queimaram colchões, quebraram cadeados e tentaram invadir celas 

Divulgação I Foto: Weimer Carvalho

Durante a madrugada desta segunda-feira, 24, detentos da Unidade Prisional de Goiatuba se rebelaram após agentes penitenciários flagrarem uma tentativa de repasse de drogas e celulares para dentro do presídio.

Segudo informações da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Fernando Araújo foi flagrado tentando arremessar os objetos para dentro da Unidade. Tudo ocorreu por volta das 2 horas. Após os agentes inibirem a ação, detentos queimaram colchões, quebraram cadeados e tentaram invadir as celas da Ala do Seguro.

Os agentes chegaram a disparar munições menos letais na tentativa de conter os presos. Foi solicitado, inclusive, o apoio da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil até a chegada do Grupo de Intervenção Tática (GIT) da Regional Caldas Novas, que conseguiu dominar os presos.

Quatro detentos atingidos pelos agentes foram encaminhados para a unidade de saúde, porém, já retornaram à unidade prisional. Após o controle da ação, a DGAP determinou a transferência de 15 detentos, identificados pelos serviços de inteligência como as lideranças que causaram o tumulto. Também foi determinada a abertura de sindicância para apuração dos fatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.