Preso em operação do MP, Cel Belelli usava internet para defender pena de morte

Páginas oficial e não oficial do tenente-coronel, que foi candidato a deputado estadual neste ano, também compartilhava postagens com frases de apologia a agressões

Foto: reprodução/Facebook

O tenente-coronel Carlos Eduardo Belelli, de 56 anos, preso na madrugada desta terça-feira, 18, na Operação Circo da Morte, que investiga a atuação de um grupo de extermínio formado por policiais militares em Caldas Novas, Santo Antônio de Goiás e Alto Paraíso, já tem um histórico de defender morte para bandidos.

Em suas páginas, oficiais e não oficiais, nas redes sociais, Belelli, que também foi candidato a deputado estadual neste ano pelo PR, Partido da República, e recebeu mais de 13 mil votos, compartilhava memes e frases onde defendia a pena de morte e o uso de violência contra ladrões. Confira algumas postagens:

Operação

Além de Belelli, a operação, feita pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) e pela Polícia Federal, prendeu também o sargento Ismael Fernando Silva, o cabo Raithe Rodrigues Gomes, o subtenente Alessandro Bruno Batista e o sargento Ruimar Felipe Maia. Os policiais também cumpriram seis mandados de busca e apreensão.

A operação conta com o auxílio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP-GO e da Corregedoria da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO). Ao todo, cinco promotores de Justiça, três delegados, além de agentes da PF cumprem cinco mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão, todos na cidade de Caldas Novas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CRMCaxito

Deixemos de hipocrisia povo brasileiro, quem gosta de bandido é bandido, eu e toda a sociedade de bem, apoiamos o Coronel Belelli, policial exemplar, profissional de conduta reta e ilibada, ou os bandidos mudam de conduta ou mudem de estado, em Goiás bandido não se cria!

Andrei Pires de Alcantara

Vergonha essa Atuação. Bandido sai aí matando, estrupando e nada, sai pela porta da frente da cadeia. Precisamos de uma polícia dura que enfrente o bandido sem medo.

Edmario Mendes de Oliveira

Bolsonaro tem que mudar essa merda

wanderson

Ó meu Brasil, que sonho um dia poder contemplar dias melhores, dias esses que MP lute com todas a suas forças para colocar na cadeia os verdadeiros bandidos, estamos cansados de tanta criminalidade, muitos pais choram a perda de seus filhos, empresários fecham suas empresas, os valores invertidos, MP acovardado, quando teremos essa paz, quando os engravatados das casas de leis deste país realmente lutaram contra os verdadeiros criminosos?

Cristiane

Ainda estou procurando o erro do Coronel. O que ele diz é ouvido a todo instante em qualquer padaria, qualquer esquina ou ponto de ônibus. É a sociedade. Parte dela pensa assim, vocês repudiam o autoritariamo e agem semelhante. E vem tornando a vida do bandido mais valiosa do que a vida do cidadão de bem. Cada vez mais a frase ” bandido o bom é bandido morto” vem ecoando na sociedade e esses tais direitos humanos devem ser aplicados aos humanos que mantém o País, que o fortalecem. Se lá atras existisse a pena de morte, talvez não tivessemos… Leia mais