Presidente assume o TJGO com prioridade na qualidade dos serviços

Destacando problema orçamentário, Leobino garante que pretende dar atenção à política que institui iniciativas voltadas ao aperfeiçoamento da qualidade dos serviços judiciários

Posse do presidente do TJGO, Leobino Valente /Foto: TJGO

Posse do presidente do TJGO, Leobino Valente /Foto: TJGO

O desembargador Leobino Valente Chaves assumiu na tarde do último domingo (1º/2) o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), com o principal objetivo de priorizar a Política Nacional de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau de Jurisdição. Esta resolução à nível nacional visa desenvolver, em caráter permanente, iniciativas voltadas ao aperfeiçoamento da qualidade, da celeridade, da eficiência e da efetividade dos serviços judiciários de primeira instância.

O novo presidente do TJGO ressaltou que a valorização dos servidores e magistrados é o meio mais eficaz de melhorar a eficiência da prestação jurisdicional. De acordo com ele, deve-se repensar sempre nas rotinas já existentes, a fim de se desenvolver uma nova fórmula mais eficiente.

Leobino, que entrou no lugar do desembargador Ney Teles de Paula, destacou que uma grande dificuldade será o orçamento, de acordo com ele, limitado. Conforme o presidente, as dificuldades econômicas são uma realidade mundial em todos os setores. “No presente cenário, a reflexão que se impõe é a de como aumentar a produtividade sem poder expandir o elemento de ordem humana em um contexto de crise econômica no País e no mundo”, explicou.

Segundo o presidente, para superar essas questões há a necessidade de implementar um plano de gestão que tenha criatividade. “É fácil produzir na fartura e opulência, porém, difícil é crescer nos momentos de crise sem contar com a criatividade e comprometimento de todos os atores do cenário judicial”, acrescentou.

Por fim, Leobino frisou a relevância do trabalho em conjunto do Poder Judiciário com o Executivo e Legislativo. “Não é possível, de forma isolada, atingir índices de desenvolvimento social sem o trabalho uniforme dos três poderes”, completou.

Além de Leobino, foram empossados os desembargadores João Waldeck Félix de Sousa, como vice-presidente, e Gilberto Marques Filho, como corregedor-geral da Justiça. Vários políticos estavam presentes no evento, entre eles o governador Marconi Perillo (PSDB), o vice-governador José Eliton (PP), o presidente da Assembleia Legislativa, Hélio de Sousa (DEM) e o vice-prefeito, Agenor Mariano (PMDB).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.