Prefeitura garante entrega de trincheira da 90 no final de novembro

Paço diz que todas as obras espalhadas pela capital serão entregue no prazo previsto

Foto: Paulo José

A projeção da Prefeitura de Goiânia é que as obras realizadas pela capital sejam entregues dentro dos prazos previstos inicialmente. A força-tarefa tenta aproveitar ao máximo o período de seca para que não existam contratempos. “Temos que dar respostas rápidas para as urgências do município”, afirma o prefeito Iris Rezende. Segundo ele, as intervenções na infraestrutura da cidade terão impacto positivo para o conjunto da população ao favorecer a mobilidade urbana, garantir mais segurança no trânsito e oferecer transporte público de qualidade. 

Considerada uma das obras mais complexas, o BRT Norte-Sul, com 16 meses de trabalhos ininterruptos, já tem 43,78% de sua estrutura construída. A previsão é de que será entregue em outubro de 2020. A extensão é de 21,7 km, do terminal Recanto do Bosque, na região Norte de Goiânia, até o terminal Cruzeiro do Sul, em Aparecida de Goiânia. O BRT será composto por duas trincheiras, seis terminais de integração aos ônibus comuns e 37 estações de embarque e desembarque.

As obras começaram em março de 2015, mas, por divergências entre a prefeitura de Goiânia, Caixa Econômica Federal e órgãos de controle, sofreram uma paralisação de oito meses e foram retomadas em março do ano passado, após assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Ministério Público e os órgãos envolvidos.

O BRT Norte-Sul está orçado em R$ 217 milhões, em valores iniciais, sendo R$ 140 milhões de recursos do FGTS e R$ 77 milhões de contrapartida da prefeitura de Goiânia. Em valores atualizados, a construção de todo o sistema já chega a R$ 400 milhões: R$ 270 milhões do FGTS e R$ 130 milhões do município.

Trincheira

Também é esperado o cumprimento do calendário referente às obras da trincheira entre a rua 90 e avenida 136, no setor Sul. Em 137 dias de trabalho, desde o início em 1º de abril, mais de 40% dos serviços já foram executados, cumprindo o cronograma previamente estudado para ser entregue dentro do prazo, ou seja, no final de novembro.

Foram cravados todos os perfis da parede do centro e do lado, no sentido da praça do Cruzeiro, e concretados os dois viadutos. A concretagem na região do Parque Areião até o Terminal Isidória já foi executada e está em curso a pavimentação asfáltica nas pistas laterais. A obra tem valor estimado em R$ 10 milhões, a preço inicial. A previsão de entrega é no dia 29 de novembro deste ano.

Outros projetos

No que se refere à requalificação do trecho região da rua 44, toda a pavimentação asfáltica já foi realizada, incluindo a do terminal e do entorno. A pista está pronta até a Avenida Independência. A finalização depende da entrega da estrutura metálica do terminal. A parte viária já foi concluída.   

Quanto a rede de drenagem, no trecho da rua 4, setor Norte Ferroviário, as obras foram iniciadas no mês de março e faltam, agora, apenas a chegada da avenida Oeste e o lançamento no córrego Capim Puba. Na Avenida Goiás, a construção começou em 09 de julho. A pista inicial deve ser entregue em dezembro e, toda a estrutura, em agosto de 2020.

Está sendo executada a construção da rede de drenagem (água pluvial). “Os serviços estão em ritmo normal, e estamos fazendo por trechos justamente para não prejudicar os pedestres”, afirma o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), Dolzonan da Cunha Mattos. “Estamos fazendo a drenagem para, posteriormente, executarmos as vias de asfalto”, informa. Os investimentos em toda a rede somam R$ 7,8 milhões.

As obras na praça do Trabalhador começaram em 17 de junho e o prazo de entrega é de cinco meses contados do início. A execução já chega a 32%. Sobre o andamento: base BGS tem 98% de construção. Outros 50% das valas de infiltração das águas pluviais já executadas. Foi concretado o primeiro módulo dos bancos (floreiras). A edificação dos banheiros também está sendo viabilizada. Quanto ao prédio da administração, os preparos atuais são no sentido de concretar a laje de cobertura. Os investimentos somam quase R$ 7 milhões.

No que se refere às obras de continuação da avenida Leste-Oeste, prosseguem os trabalhos no trecho compreendido entre a rua 74, no Centro, até a rodovia GO-403, via que dá acesso à cidade de Senador Canedo, na região metropolitana. Os trabalhos tiveram início no dia 17 de julho e a previsão de término é no final de 2020. O trecho é de 8,1 km. Em construção o bueiro no córrego Palmito, entre a BR-153 e a avenida Manchester, na vila Moraes. Os investimentos somam R$ 68 milhões 

Quanto as obras do Centro de Cultura e Lazer Casa de Vidro foram iniciadas em 19 de abril de 2011, estão em andamento e deverão ser concluídas em janeiro de 2020.

Prefeitura conclui obras do terminal provisório Isidória 

A prefeitura de Goiânia concluiu as obras de construção do terminal provisório Isidória, na Alameda João Elias da Silva Caldas. As operações no local deve começar em 13 dias. O local possui 172 metros de comprimento, 6 metros de largura, com cobertura em estrutura metálica em balanço com pé direito de 8 metros e capacidade para receber 10 ônibus simultaneamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.