Prefeitura de Goiânia limpará 400 lotes baldios até o próximo dia 12

Força-tarefa da Comurg atende bairros da capital em tempo recorde de 30 dias 

Como adiantado pelo Jornal Opção, o novo da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Alisson Borges, quer ampliar a limpeza da capital. Uma das ações é a limpeza de 400 lotes baldios, durante os 30 dias de programação da 1ª Maratona da Limpeza, na capital goianiense. O programa faz parte de uma série de ações da Prefeitura de Goiânia por meio da Comurg e da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), que já mapearam os lotes que não foram devidamente roçados, limpos e drenados pelos proprietários. 

A Maratona foi lançada pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) no último dia 12 de abril, como reforço às atividades rotineiras de limpeza. Em dez dias, Comurg removeu 14 toneladas de entulhos e roçou 2,5 milhões de metros quadrados de mato alto. Cerca de 20% são provenientes de lotes. Somente na Região Noroeste da capital, a Companhia realizou a limpeza em 12 lotes, e outros 38 recebem equipes de remoção e roçagem nos próximos dias. Meta é limpar cerca de 14 lotes diariamente. 

A força-tarefa envolve dois mil servidores, com o apoio de 360 máquinas de grande porte. O presidente da Comurg, Alisson Borges, destaca que o órgão orienta os proprietários de lotes quanto aos cuidados que devem ser tomados para evitar possíveis transtornos. A medida acontece diuturnamente, mas, em função do período pós-chuva, e o aumento da proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de diversas doenças, a ação tem sido reforçada. 

Em Goiânia, os imóveis nessas condições são notificados via edital, e os proprietários têm prazo de oito dias para efetuar a limpeza. Se a determinação não for cumprida, os fiscais da Amma fazem vistoria, seguida de notificação, e logo após é aplicado o auto de infração, com multas que podem chegar a R$1 mil.  

Caso o imóvel continue em condição inadequada, a Companhia promove a limpeza. Esses serviços são cobrados, e os valores inclusos no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os valores variam de acordo com os serviços: raspagem e roçagem, R$ 4,07 o metro quadrado; e só a roçagem, R$ 1,14 o metro quadrado. Já a multa vai de R$ 250 a R$ 1 mil reais, podendo variar de acordo com a zona urbana. 

Alisson reforça que “uma cidade limpa é sinônimo de mais qualidade de vida aos moradores”, e ressalta importância da colaboração da comunidade, de modo a evitar descarte incorreto de lixo, entulhos e recicláveis em vias e áreas públicas. 

Nesse período de Maratona, a Comurg colocou à disposição da comunidade quatro ecopontos itinerantes, em regiões diferentes da cidade, que se somam aos outros quatro ecopontos já existentes. Nesses locais, a população pode fazer o descarte de resíduos de construção civil, galhadas, pneus, objetos recicláveis, madeiras e outros itens. 

Denúncia 

As pessoas que residem próximo a lotes baldios, e notarem que o local está em situação irregular, poderão informar a administração municipal por meio do Aplicativo Prefeitura24horas. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.