Prefeitos reivindicam eleição para diretoria da AGM

Prefeito de Gameleira de Goiás, Wilson Tavares, disse que AGM precisa ser liderada por um gestor do Executivo que esteja à frente de um município goiano

Um grupo de prefeitos goianos começou a se movimentar para convocação de eleições para eleger uma nova diretoria para a Associação Goiana dos Municípios (AGM).

Os políticos não concordam com a continuidade do atual presidente da AGM, Paulo Sérgio de Rezende, mais conhecido como Paulinho, à frente da instituição.

O mandato da atual diretoria da AGM estava previsto para terminar neste mês, mas foi prorrogado por mais um ano, por meio de uma alteração no estatuto da instituição, realizada em janeiro 2020. Segundo os prefeitos insatisfeitos, esta alteração foi assinada por apenas dez prefeitos, dos quais oito não exercem mais o cargo de gestor do Poder Executivo Municipal.

Para o prefeito de Gameleira de Goiás, Wilson Tavares, a AGM precisa ser liderada por um prefeito que esteja à frente de um município goiano.

“Não é certo ter um ex-prefeito, que não administra mais um município, à frente da AGM. Precisamos de uma liderança que esteja atuando como prefeito”, defende.

Paulinho é ex-prefeito de Hidrolândia e não concorreu nas últimas eleições porque já estava em seu segundo mandato. Além de Wilson Tavares, outros prefeitos defendem uma nova eleição para AGM, entre eles os prefeitos Samuel Cotrim, de Vianópolis, Chico Vaca, de Corumbá de Goiás, e Argemiro Rodrigues, de Caiapônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.