Pré-candidato ao Senado, Luiz do Carmo deixa MDB na próxima segunda-feira, dia 31

Desfiliação estava prevista para esta quarta-feira, 26, mas foi postergada em virtude de uma agenda com o presidente Jair Bolsonaro. Presidente do MDB, Daniel Vilela deve participar do ato de desfiliação

Pré-candidato ao Senado Federal, o senador Luiz do Carmo (hoje no MDB), marcou a desfiliação do partido para a próxima segunda-feira, 31, inclusive, com a participação do presidente do MDB, Daniel Vilela. “Vou entregar a carta de desfiliação em mãos para o Daniel”, adiantou o senador. A desfiliação do então emedebista estava prevista para a próxima quarta-feira, 26, às 14 horas. O evento, no entanto, segundo o senador, precisará ser adiado, porque ele tem agenda com o presidente Jair Bolsonaro (PL).  

Ainda não há informações sobre o partido que o senador deve se filiar. No momento, Luiz do Carmo deve ficar sem legenda até que se defina essa condição. A tendência é que ele se filie ao PSC. O partido é dirigido pelo irmão dele, Eurípedes do Carmo, que pretende lançá-lo ao Senado em uma candidatura independente. O senador também foi convidado pelo presidente do partido, Flávio Canedo, para ir para o PL. No entanto o que há por enquanto é uma indefinição sobre o futuro do Senador.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.