Polícia encontra mil litros de combustível adulterado em Goiânia

Operação Sangria, que desde o começo do ano investiga esquema de adulteração de combustível na capital, já prendeu dez suspeitos

Galões com o combustível adulterado eram armazenados em depósito no Jardim Novo Mundo, em Goiânia | Foto: reprodução / assessoria PC-GO

Galões com o combustível adulterado eram armazenados em depósito no Jardim Novo Mundo, em Goiânia | Foto: reprodução / assessoria PC-GO

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) apreendeu na manhã desta segunda-feira (4/4), cerca de mil litros de combustível adulterado encontrados em um depósito no Jardim Novo Mundo, região Leste de Goiânia.

A ação da polícia prendeu ainda um suspeito de envolvimento no esquema de adulteração. Segundo o delegado responsável, Eduardo Prado, foram encotrados galões com combustível modificado na residência dele.

Desde o início deste ano, por meio da Operação Sangria, a Decon investiga a adulteração de combustíveis em Goiás. Segundo Prado, o esquema tem início com caminhoneiros que fazem o transporte do combustível para as distribuidoras e desviam parte da carga, vendendo a terceiros com preço mais barato.

Ainda de acordo com o delegado, estes compradores seriam os responsáveis pelo “batismo” do combustível e pela revenda, também por um preço abaixo do mercado, ao consumidor. Desde o início da operação, 10 pessoas foram presas e 10 mil litros de combustível adulterado foram apreendidos na capital. Há indícios de que proprietários de postos de gasolina em Goiânia estejam envolvidos no esquema, mas a polícia ainda não confirma a informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.