Polícia Civil prende três pessoas por furto de combustível e crime ambiental

Cerca de 12 mil litros de combustível  era furtado todo mês em Aparecida de Goiânia e comercializado a R$2,00 o litro

Policiais Civis da 2a Regional de Aparecida de Goiânia realizaram na madrugada desta sexta-feira (3/11) a prisão em flagrante de três pessoas por crime ambiental e furto de combustível (diesel S-10). A empresa, responsável pelo transporte combustível, tinha um prejuízo médio mensal de 12 MIL litros.

A investigação começou pelo crime ambiental em virtude do acondicionamento inadequado do combustível em tanques nas residências dos receptadores. Na sequência das investigações constatou-se a participação do gerente de controle de combustível da referida empresa em conjunto com o motorista do caminhão.

Em suas ações, que aconteciam de duas a três vezes na semana, eram desviados entre 1.000 e 1.500 litros de Diesel S-10. Este combustível era comercializado para os receptadores pelo valor de R$2,00 o litro.

O Delegado Regional Dr. André Fernandes ressalta que “É um risco tanto para quem armazena, quanto para os vizinhos, porque o combustível é uma substância altamente perigosa e inflamável”.

De acordo com o artigo 56 da Lei 9.605/98, armazenar combustível ilegalmente é crime ambiental. Além do artigo, há a resolução nº 41, de 5 de novembro de 2013, da Agência Nacional de Petróleo (ANP) que reforça a proibição.

Deixe um comentário