Polícia Civil deflagra nova operação que investiga fraudes no Ipasgo

Ao todo, são 53 mandados de busca e apreensão, cumpridos nas cidades de Goiânia, Anápolis, Ceres, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Itapaci, Jaraguá, Caldas Novas, Rialma, São Patrício e São Paulo, em desfavor de 25 pessoas físicas e 27 pessoas jurídicas

Foto: Reprodução.

O Grupo Especial de Combate à Corrupção (Geccor) da Polícia Civil realiza, na manhã desta quinta-feira, 14, a Operação BackDoor II. O objetivo é apreender computadores, celulares, documentos, contratos, extratos bancários e quaisquer outros elementos de informação atinentes aos investigados e sua relação com o Ipasgo.

Na primeira fase da operação, realizada em julho do ano passado, foi apurado que vários dos servidores envolvidos no esquema eram terceirizados de uma empresa contratada pelo Ipasgo, motivo pelo qual se instaurou outro inquérito com o objetivo de apurar a relação entre a empresa e o instituto.

A ação conta com a participação de 236 policiais civis e apoio de 50 peritos. Ao todo, são 53 mandados de busca e apreensão, cumpridos nas cidades de Goiânia, Anápolis, Ceres, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Itapaci, Jaraguá, Caldas Novas, Rialma, São Patrício e São Paulo, em desfavor de 25 pessoas físicas e 27 pessoas jurídicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.