Piauí causa polêmica com ilustração de beijo entre Cunha e Temer

Na capa da edição de janeiro da revista, o presidente da Câmara dos Deputados cola um adesivo “Fora Dilma” nas costas do vice-presidente da República

Ilustração tem inspiração em imagem do beijo entre líderes comunistas europeus no século XX | Imagem: Reprodução

Ilustração é inspirada em imagem de beijo entre líderes comunistas europeus no século XX | Imagem: Reprodução

A capa da Revista Piauí de janeiro tem tudo para ser a primeira polêmica de 2016 sobre a continuidade da presidente Dilma Rousseff (PT), do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados e a situação do vice-presidente Michel Temer (PMDB) nessa história.

A ilustração da artista russa Nadia Khuzina, radicada no estado americano da Califórnia, que sairá na capa da Piauí traz Temer e Cunha se beijando na boca, enquanto o presidente da Câmara cola um adesivo “Fora Dilma”, que tem duas letras L – representando as torres do Congresso Nacional – no nome da presidente da República.

Em cima da ilustração de Temer e Cunha durante o beijo, a publicação traz a manchete “Gente Barata – Rafael Cariello faz o perfil de Nathaniel Leff, o economista que reinterpretou a desigualdade no Brasil”.

Nadia é uma artista russa que mora nos Estados Unidos, editora de um blog de charges com conteúdo político e colaboradora da Piauí. De acordo com o site do jornal O Estado de S. Paulo, a inspiração da capa de janeiro da revista é o grafite “Meu Deus, Me Ajude a Sobreviver a esse Amor Fatal” no muro de Berlim (Alemanha) feita pelo russo Dmitri Vubrel.

O grafite de Vubrel retrata o “Beijo Fraterno” entre o líder soviético Leonid Brejnev e Erich Honecker, na época presidente da antiga Alemanha Oriental (RDA). O beijo era o cumprimento adotado pelos regimes comunistas no século XX e aconteceu durante a solenidade de comemoração dos 30 anos da RDA no ano de 1979.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esmeraldo Cabreira

Mááss bááh! Que Barbarridade Tchêêê! Agora pegarô pesado coô “Cousâ Ruim” do Eduardo Cunha!! É sim! Tô CONTRA!! Eu acho qui a vida íntima das pessoa num pódi sô bejeto de briga políticas… Si eles si amãm intá tá baõ! É probrema particuloso só deles! É SIM SINHÔ!!!!
Seim mardádi marvadosa gênti!!
Abrauço.
Esmeraldo Cabreira.