PGR cita Bolsonaro pela primeira vez em inquérito sobre os atos antidemocráticos de 7 de setembro

Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria diz que o presidente iniciou convocações para atos

Bolsonaro no 7 de setembro, em Brasília. | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR), citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), dentro do inquérito das investigações sobre os atos antidemocráticos do último dia 7 de setembro.

Segundo reportagem do O Globo, um documento sigiloso foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) em 4 de setembro e lá é citado o nome do presidente. A PGR teria identificado que a organização dessas manifestações teve início após uma convocação feita pelo próprio Bolsonaro semanas antes.

Porém, segundo a matéria do O Globo, não há indicação de que o presidente é investigado neste caso, nem descreve quais seriam os eventuais crimes cometidos por ele em função de seu vínculo com os atos.

A PGR também tenta rastrear a participação de ministros do governo na organização desses atos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.