PF está em nova fase de investigação contra esquema de lavagem de dinheiro e tráfico em aviões da FAB

Os policiais federais cumprem 05 mandados de busca e apreensão em Brasília e Florianópolis, Santa Catarina

A associação criminosa investigada era responsável por remeter drogas para a Europa a partir de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Foto: Arquivo/FAB

Nesta quarta-feira,15, a Polícia Federal deflagrou a 5ª fase da Operação Quinta Coluna. O objetivo é continuar com as investigações sobre à lavagem de dinheiro praticada pelo suspeito apontado como líder de uma associação criminosa responsável por remeter drogas para a Europa a partir de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB).

As investigações apontam que a aquisição de bens e movimentação de valores foram realizadas majoritariamente em espécie e que o investigado teria se utilizado de parentes para figurarem como “laranjas”. Apurou-se ainda a utilização de empresas de fachada para dissimular a propriedade de imóveis e movimentação de vultosas quantias.

Os policiais federais cumprem 05 mandados de busca e apreensão em Brasília e Florianópolis, Santa Catarina. Além disso, a Justiça Federal também determinou o sequestro e bloqueio de 5 imóveis; 1 academia de ginástica; 2 Milhões de reais, referentes a um empréstimo realizado pelo investigado; 2 veículos de luxo; 1.6 milhão de reais de contas do investigado e empresas dele.

Os investigados responderão pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa, com penas que podem chegar a 13 anos de reclusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.