Daniel Moraes Bittar, de 42 anos, foi preso na noite de quarta-feira, 28, em flagrante por sequestrar e estuprar uma garota de 12 anos. Imagens de câmeras de segurança mostram o suspeito carregando a menina de 12 anos dentro de uma mala. O homem é analista de tecnologia da informação (TI).

Segundo a polícia, o pedófilo sequestrou a menina no Jardim Ingá, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. O homem dopou a garota e a levou para seu apartamento na Asa Norte. A menina foi encontrada algemada pelos pés, no apartamento de Daniel.

A criança mora com a família no Jardim Ingá, em Luziânia. A Polícia Militar de Goiás (PMGO) informou que a vítima foi encontrada bastante machucada, com sinais de violência sexual e precisou ser encaminhada ao hospital, para receber atendimento.

A menina contou para a polícia que o homem a molestou, tocou-lhe as partes íntimas e a obrigou a acariciar os órgãos genitais dele, enquanto era filmada.