Pedido de habeas corpus de João de Deus é negado pela Justiça

Afirmação foi dada por um dos advogados do médium, que já recebeu mais de 500 denúncias por meio do Ministério Público de Goiás

Foto: Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil

Um dos advogados de João de Deus, que atua na defesa do médium afirmou à imprensa que o habeas corpus impetrado para revogar a prisão preventiva do líder religioso foi negado liminarmente pela Justiça de Goiás. Thales Jayme disse, ainda, que busca com que o tribunal analise o “mérito da questão”.

Se a decisão continuar, o advogado será entrar com um novo pedido para trocar a prisão preventiva por outra medida cautelar, como a prisão domiciliar. O julgamento final do habeas deverá se dar após o recesso.

João de Deus está preso no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia desde o último domingo, 16, quando se entregou à Justiça e é acusado de crimes de abuso sexual. Apesar de a investigação se concentrar em 15 casos o Ministério Público de Goiás (MP-GO) já afirmou que ultrapassaram 500 o número de denúncias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.