PDT anuncia expulsão de Flávia Morais após voto contra Dilma

Se expulsa, deputada não mais poderá disputar a Prefeitura de Trindade

O PDT anunciou, nesta terça-feira (18/4), que abrirá processo de expulsão contra seis parlamentares da legenda que votaram a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), dentre eles a goiana Flávia Morais.

“Com todo respeito pelo posicionamento do meu partido, mas atendendo o apelo do povo de Goiás, eu voto sim”, afirmou Flávia ao justificar seu voto, na sessão do último domingo (17).

Pré-candidata à Prefeitura de Trindade, caso seja de fato expulsa da sigla, Flávia terá sua candidatura frustrada, já que o prazo para mudanças partidárias terminou no último 2 de abril, seis meses antes do pleito deste ano.

Em nota, o PDT afirmou também que a “rebeldia” de Flávia pode resultar, ainda, na destituição do diretório goiano do partido, presidido por George Morais, marido da deputada federal.

Pelo Facebook, Flávia já havia adiantado a decisão do partido em expulsá-la. “Estou preparada para a ameaça do processo de expulsão. Não vai ser fácil, pois gosto e acredito na ideologia do meu partido”, afirmou. Na publicação, a deputada também reforçou sua justificativa, dizendo que votou pela maioria dos brasileiros.

“Reconheço que houve avanços importantes nos últimos anos. Mas chegou o momento da mudança, chegou a hora de ouvirmos o desejo da vontade da maioria dos brasileiros. Estou preparada para as consequências desta minha decisão”, afirmou. (Confira a íntegra da publicação abaixo)

Correram o risco

Alinhado à base governista, o PDT havia orientado seus parlamentares que votassem contra o impedimento de Dilma, mas, dos 19 deputados da legenda na Casa de leis, apenas 12 votaram de acordo com a orientação.

Os deputados Subtenente Gonzaga (MG), Mário Heringer (MG), Sérgio Vidigal (ES), Hissa Abrahão (AM) e Giovani Cherini (RS) também enfrentarão o processo de expulsão.

Conforme a legenda, os parlamentares foram avisados previamente, por escrito, que corriam o risco de serem expulsos, caso não votassem contra o impeachment.

Os seis “infiéis” serão submetidos, agora, a um processo de expulsão que tramitará na comissão de ética do partido. Eles terão direito a se defender e até podem ser absolvidos, mas dirigentes do PDT garantem que a possibilidade é praticamente nula.

15 respostas para “PDT anuncia expulsão de Flávia Morais após voto contra Dilma”

  1. Gildo Ribeiro disse:

    O seu partido corrupto so tem a perder deputada. Não se preocupe sua historia mudou..em prol do brasil em prol de seus eleitores..eu ja era seu eleitor e agora mais ainda sucesso sempre. Não vai faltar partido pra recebe la…

  2. Jose Maria Alipio. disse:

    O partido está mais do que certo em agir com rigor com aqueles que traíram a nação brasileira, traíram a democracia, traíram a constituição brasileira e traíram todos aqueles que votaram em Dilma, não por erros que ela tenha cometido, mas com certeza foi por dinheiro, pois com esse ato esses parlamentares que votaram pelo golpe, traíram a confiança do eleitorado e o correto seria que eles renunciassem seus mandatos já por corrupção, pois se venderam, e a pessoa que se vende não vale o dinheiro que por ela é pago, por maior ou menor que seja o valor. Não se justifica a desculpa de que votaram pelos brasileiros, pois a maioria dos brasileiros são contra esse golpe.

  3. Nivania Lucia Battigaglia Leit disse:

    SUJANDO A MEMORA DO BRIZOLA FORA GOLPISTA

  4. jordaci Matos disse:

    Como militante do PDT, venho me colocar em apoio a Direção Nacional do Partido, fizemos vários debates internos na Reunião do Diretório Nacional com a participação da Deputada Flavia Moraes, fechamos questão contra o impitiman da Presidente Dilma Rouseff e Fora Cunha e em varias reunião da executiva nacional com a participação da Dep. Flavia Moraes ela nunca se manifestou contra a decisão do Partido.

    Embora discorde respeito a decisão da Dep. Flavia. Mas nesta questão ela não respeitou uma decisão interna do Partido, abandonou o projeto partidário, abandonando os ideias libertários do PDT que sempre se colocou na luta pela legalidade.

  5. Miguel Araujo de Matos disse:

    Bem feito. Quem disse a ela que a maioria da população brasileira quer mudança por meio de um golpe? O datafolha? A próxima pesquisa para saber qual é a vontade da maioria da população já tem data marcada: Outubro de 2018.

  6. Marcos Miranda Fagundes disse:

    PARABÉNS, MAIS UMA PESSOA HONESTA EM MEIO A UM MONTE DE BANDIDOS. ASSIM TEMOS ESPERANÇAS.

  7. Daniel disse:

    Se coloque no lugar da Dilma por 10 segundos e ficará espumando pela boca o resto da sua vida cínica medíocre!!!

  8. Almir Neto disse:

    Eu já acreditei um dia nesse partido o PDT, hoje se encontra numa vala comum ao demais esquerdistas na lama da corrupção. Parabéns Deputada pela grande postura, tenho plena certeza que seu povo e o Brasil na sua grande maioria tem orgulho da Senhora.

  9. MARLEI disse:

    Sou Petista desde sua fundação. Mas, sempre admirei Brizola, sua história de luta e determinação. Quem disse a esta dep. que a maioria da população queria um golpe de Estado? A Veja, Folha, Estadão, Época??? Ela deveria ter seguido as orientações do seu Partido e nunca trair estas orientações, muito mais agora, com Ciro Gomes, compondo seus quadros. Um dos melhores e bem preparado político das últimas décadas, que tem o apoio da maioria petista. Deve ser expulsa sim.

  10. Pr. Paulo Alves disse:

    ESTÁ DE PARABÉNS DEPUTADA SEI QUE NÃO FALTARÁ PARTIDO QUE QUEIRA VOCÊ COMO MEMBRO E TENHA CERTEZA QUE COM SUA ATITUDE VOCÊ CONQUISTOU MAIS ELEITORES E QUEM ESTÁ PERDENDO COM ISSO É O PDT.

  11. Cris Tuxê disse:

    Se não for expulsa do PDT, eu volto pra Trindade durante as eleições municipais e trabalho de graça e com afinco para o principal adversário dela, debaixo de sol entregando santinho ou detrás de um computador escrevendo “textão”, planilha, discurso, mídias. Auxílio, repito, DE GRAÇA E COM AFINCO, faço questão. Pode ser até do DEM ou PSDB. Já avisei que não continuo carregando a rosa se ela permanecer no partido.

    E da próxima vez, deputada Flávia Morais, vá trair o voto da sua vó!
    Não o meu e o da minha família.

  12. malfatti disse:

    Parabéns por ter sido autêntica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.