Paulo Garcia assina Encíclica Verde criada pelo Papa Francisco

Petista cumpre agenda como vice-presidente estadual da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). Anselmo Pereira e Jeovalter Correia acompanham o petista no exterior

Paulo Garcia assina Encíclica Verde, lançada pelo Papa Francisco em junho

Paulo Garcia assina Encíclica Verde, lançada pelo Papa Francisco em junho

O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), e a delegação de gestores públicos municipais do Brasil e do exterior assinaram a Encíclica Verde com o Papa Francisco, na cidade do Vaticano, no início da tarde desta terça-feira (21/7). O documento, criado em junho pelo pontífice, defende ações imediatas em atenção ao meio ambiente, abordando questões como o aquecimento global e o atual modelo econômico.

A carta é considerada revolucionária por exigir dos líderes globais atitudes urgentes para salvar o planeta, por questionar a ação humana na busca pelo desenvolvimento e por ser a primeira dedicada ao tema. A reunião entre administradores e a autoridade máxima da Igreja Católica foi transmitida ao vivo pela internet.

A viagem do petista e mais seis prefeitos brasileiros ao exterior faz parte da missão da diretoria da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), da qual Paulo Garcia é vice-presidente estadual. Prefeitos de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre e de Curitiba também compõem a comitiva.

“Estou muito orgulhoso que estão refletindo sobre essas questões que assolam grandes cidades”, disse Francisco, em pouco mais de 20 minutos de discurso. O pontífice falou também sobre a migração das pessoas aos grandes centros metropolitanos.

Segundo ele, a busca por mais renda em outras localidades gera, na verdade, desemprego e más condições socioeconômicas. “O tráfego de pessoas aumenta e temos que estar preparados. Trabalho escravo, prostituição e outras formas de emprego não permitem sobrevivência digna.”

Ainda de acordo com com o Papa Francisco, o encontro é importante porque, em sua análise, a consciência sobre essas condições fluem se vierem da periferia para o centro. “E isso é responsabilidade dos prefeitos.”

Os integrantes buscaram ainda estreitar o diálogo sobre os temas que atingem às cidades no que diz respeito às decisões da cúpula do clima para a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 21), que acontecerá em dezembro, em Paris, na França.

Mais cedo, Paulo Garcia participou de workshop sobre escravidão moderna e mudanças climáticas na Casina Pio IV, sede das Pontifícias Academias de Ciência, em Roma.

O presidente da Câmara de Vereadores de Goiânia, Anselmo Pereira (PSDB), e o secretário de Finanças da capital, Jeovalter Correia, o acompanham na viagem ao exterior, iniciada no último dia 19.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.