Apresentadora do Encontro há dois anos, Patrícia Poeta respondeu às críticas recebidas por internautas após supostamente ter interrompido a fala do colega de trabalho Manoel Soares.

Todos nós somos [julgados] por qualquer coisa hoje em dia. E as pessoas não quererem saber se aquilo é verdade ou se é mentira. É um efeito manada

Patrícia Poeta

Á época, a apresentadora chegou a ser chamada de racista nas redes sociais pois teria passado em frente às câmeras durante a fala de Soares. Ela disse que não teve maldade alguma e que esse tipo de situação é comum durante um programa ao vivo. “Já passei na frente de um monte de gente, um monte de gente já passou na minha frente. Mas aí [ao dizerem que ela fez de propósito] tem um interesse por trás. Que você não sabe de onde vem, por que vem.”

Poeta disse que após a repercussão do caso, buscou conselhos com a apresentadora negra Oprah Winfrey. “Eu sei quem eu sou. E, sinceramente falando, o tempo é o senhor da razão. A verdade sempre aparece”, diz. “Quando você trabalha, faz o teu, é uma pessoa do bem, você deita a cabeça no travesseiro com a consciência tranquila de que está fazendo o seu trabalho direitinho, de que você trata todo mundo muito bem.”

Leia também:

Repórter da Globo quase é assaltada ao fazer reportagem ao vivo. Confira o vídeo

Apresentador do “Encontro” diz receber 15 vezes menos que colega na Globo