Parque Mutirama: alimentação, filas e brinquedos fechados são alvo de reclamações da população

Presidente da Agetul afirma que as filas são comuns em todos os parques do mundo, como Disney e Beto Carrero. “No período de férias, essa quantidade de filas é normal”

Foto: Luiz Phelipe / Jornal Opção

Reaberto há uma semana, o Parque Mutirama, em Goiânia, recebe cerca de 9 mil pessoas em média por dia, de acordo com a Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul). A dificuldade em comprar alimentação, as filas para acessar os brinquedos e algumas atrações ainda sem funcionar são motivo de reclamação pelo público.

Na sexta-feira, 5, nossa reportagem foi apurar a aprovação da população ao parque, que este ano completa 50 anos. Dona Cleonice foi ao Mutirama acompanhada da filha Lorrane, do genro Wanderson e do neto Willian, de 12 anos. “O parque está aberto parcialmente. Estamos muito sem opção”, relatou Cleonice, ao comentar sobre as atrações fechadas. Para ela, a falta de opção de alimentação na parte interna do parque é desconfortável. “Compramos pão no supermercado”, afirmou.

Do lado de fora do parque, ambulantes se espremem para atender à demanda e atrapalham o fluxo de pessoas que buscam o acesso ao Mutirama. Na parte interna, é possível comprar cachorro quente, refrigerante e pipoca, vendidos a R$ 5, R$ 4 e R$ 2,50, respectivamente.

Alexandre Correia dos Santos trouxe os filhos para o passeio e reclamou da espera nas filas. “Cheguei à uma e meia da tarde. Já tem duas horas que estou na fila e ainda não consegui brincar com minha filha”, reclamou, ao citar a demora do acesso à Barca. Outro fator apontado por Alexandre é a desorganização nas filas o que, segundo ele, poderia ser contornada por seguranças. “Muita gente ‘batendo boca’ um com outro”.

Um grupo de 12 amigas, a maioria adolescente, afirmou ter chegado às 11h no Mutirama. Por volta de 14h30, relataram só ter conseguido brincar no Cine 4D. Reclamaram das filas destinadas aos outros brinquedos. A Roda Gigante está sem quatro gôndolas, o que aumenta o tempo de espera. De acordo com as meninas, para os maiores, há apenas quatro opções: Roda Gigante, Barca, Cine 4D e o Splash.

Resposta da Agetul

O presidente da Agetul, órgão da Prefeitura de Goiânia responsável pelo Mutirama, Urias Júnior, afirmou ao Jornal Opção que a alta procura pelos parques durante o período de férias torna a demora nas filas inevitáveis. “Em qualquer parque do mundo, você vai pegar fila. Na Disney você pega fila de duas horas. No Beto Carrero tem fila. No período de férias, essa quantidade de filas é normal”, alegou.

Em relação à venda de alimentos, afirmou que uma licitação está em curso para selecionar vendedores. De acordo com Urias Júnior, a questão, que é objeto de Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público Estadual, está sendo resolvida. Explicou que uma empresa entrou com recurso – a licitação estava limitada a pessoas físicas – e atrasou o processo, ainda sem previsão de término. De acordo com ele, está sendo estudado pelo departamento jurídico da Prefeitura se é possível abrir o parque para venda de ambulantes, como food trucks, desde que entrem e saiam todos os dias, sem ponto fixo. Ele afirmou que nesta nova fase do Parque Mutirama, está estimulando a população que tragam lanche da casa e que façam piqueniques.

Urias Júnior explicou que a Roda Gigante foi prejudicada durante o processo de reforma. Ele narrou que quatro gôndolas, que estavam desmontadas, foram atingidas por uma árvore que caiu sobre elas. O que, segundo ele, resultou na decisão de retirar outras para que, alternadamente, “uma sim, uma não”, o brinquedo pudesse funcionar com equilíbrio e segurança. O presidente da Agetul explicou que planejou importar as gôndolas da Itália, mas desistiu ante ao tempo de demora no prazo de entrega apresentado – seis meses – e também o alto custo em euros. Afirmou que está buscando uma solução com um fornecedor no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.