Parceira entre Ahpaceg e Ipasgo promete melhorar assistência médico-hospitalar em Goiás

Encontro entre diretorias foi realizado na sede do Ipasgo onde foram apresentados projetos para otimizar a prestação de serviço no Estado

Foto: Divulgação

O presidente da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg), Haikal Helou, se reuniu na última segunda-feira, 22, com o presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo), Sílvio Fernandes Filho. O encontro foi realizado na sede do Ipasgo com o objetivo de apresentar à direção do Instituto projetos de parceria para melhorar a assistência médico-hospitalar em Goiás.

Esses projetos, que já começam a ser colocados em prática pela Ahpaceg e outra grande compradora de serviços dos hospitais associados, englobam o aperfeiçoamento do processo de regulação de pacientes e da aquisição de órteses, próteses e materiais especiais.

As propostas apresentadas à presidência do Ipasgo incluem também o chamado DRG (Diagnosis Related Groups). Trata-se de um sistema de gestão dos serviços de saúde com foco na segurança do paciente, na resolutividade do atendimento e na qualidade assistencial-hospitalar.

“A Ahpaceg tem investido nesses processos visando a melhoria da assistência prestada pelos hospitais associados e fomos oferecer essas soluções ao Ipasgo”, disse o presidente da Associação, Haikal Helou, se referindo aos projetos que começam a ser implantados e que já têm resultado, por exemplo, em maior controle da regulação e maior agilidade no encaminhamento de pacientes aos hospitais. “Foi uma reunião muito positiva na qual discutimos parcerias e formas de viabilizar a melhoria da assistência médico-hospitalar prestada pelo Ipasgo”, disse.

Por sua vez, o presidente do Ipasgo, Silvio Fernandes, lembrou que o objetivo da nova gestão é fortalecer o diálogo e a transparência com os prestadores de serviço. “Nosso propósito é melhorar cada vez mais os atendimentos de saúde aos nossos usuários. Para isso, o Ipasgo aposta na eficiência e transparência dos atos, bem como no acompanhamento das demandas dos usuários e também da rede credenciada”.

Segundo ele, o Ipasgo passa por um período de saneamento das contas. Em janeiro deste ano, o novo governo encontrou a gestão do instituto com um déficit de R$ 10,5 milhões por mês e quase quatro meses de atraso com a rede credenciada. “Por ordem do nosso governador Ronaldo Caiado (Dem), estamos saneando as contas públicas, pagando as dívidas deixadas pela gestão passada, reduzindo gastos e usando os recursos públicos com transparência”, considerou.

Em seguida, Silvio Fernandes pontuou os avanços obtidos até o momento. “Em dois meses, pagamos todas as contas em atraso com os prestadores de serviço e economizamos cerca de R$ 35 milhões com a revisão parcial dos contratos. Vamos colocar a casa em ordem e modernizar os atendimentos de saúde”, afirmou.

Também participaram do encontro os vice-presidentes da Ahpaceg Gustavo Suzin Clemente e Gustavo Gabriel Rassi; o diretor de Contratos e Convênios, Valney Luís da Rocha, e o representante do associado Hospital Evangélico Goiano, Ernei de Oliveira Pina.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.