“E mostra também um pouco de autoritarismo, de tratar essa Casa de Leis, que é independente, como um puxadinho do Palácio das Esmeraldas”, declarou

Foto: Carlos Costa

O deputado Lucas Calil (PSD) manifestou sua insatisfação com veto do governador Ronaldo Caiado (DEM) sobre emenda à LDO que regulamentava o pagamento das emendas impositivas a todos os parlamentares — incluindo a oposição.

“Incoerência tremenda. O governador foi legislador por mais de 20 anos e sabe da importância das emendas parlamentares para os municípios, prefeitos, vereadores e para o cidadão comum”, avaliou.

Para o parlamentar, que integra a bancada da oposição na Casa, a decisão de vetar ignora a representatividade dos municípios pelos deputados estaduais na Assembleia. “E mostra também um pouco de autoritarismo, de tratar essa Casa de Leis, que é independente, como um puxadinho do Palácio das Esmeraldas”, disse.

“Mostra também um pouco de autoritarismo”

E completou: “Isso tem que ser explícito, o tempo dos senhores feudais parece estar de volta aqui em Goiás”. Calil também garantiu que a oposição vai articular para que o veto seja derrubado.

“Até porque se trata de interesse dos municípios, não de A nem B. Por isso,  acho que muitos deputados vão participar da derrubada desse veto”, finalizou.

Além desse, Caiado vetou, também, proposta da Mesa Diretora que estipula que a execução das emendas impositivas ocorra logo após a sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA). O Executivo argumentou que isso teria que ser feito por meio de Lei Complementar.