Pacientes do HGG são alvos do “golpe da UTI”

Golpistas já tentaram fazer quatro vítimas na unidade, mas sem nenhum sucesso

Pacientes do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG têm sido alvos recentes do chamado “Golpe da UTI”. Conforme informa a unidade, os golpistas têm encontrado em contato com familiares das possíveis vítimas, exigindo um valor para agilizar um ou mais exames de alto custo. A assessoria jurídica da unidade já registrou Boletim de Ocorrência na 4ª Delegacia Distrital de Polícia de Goiânia.

Cerca de quatro pacientes já entraram em contato com o HGG para informar do golpe, porém nenhum acreditou na conversa dos golpistas. Em nota, a unidade destaca que nenhum valor pode ser cobrado pelos procedimentos, pois o hospital é integralmente vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Nas ligações feitas a pacientes do hospital, um homem, que se identifica como diretor da unidade, de forma bem calma e segura, alega urgência do exame e informa o número de uma conta bancária para a realização do depósito.

“Quando me ligaram, fiquei com o coração acelerado e as pernas bambas. Porém, já suspeitei que era golpe. A conta é de Rondonópolis, provavelmente de um laranja”, contou Leandra Aparecida Costa e Silva, filha de uma paciente internada no HGG e que foi alvo dos estelionatários.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.