OVG nega promoção de “ideologia de gênero” em entrega de brinquedos

Deputados criticaram a entrega dos brinquedos que atendem aos mais rigorosos padrões de qualidade e têm a certificação do Inmetro para distribuição

Deputados criaram polêmica com relação a tradicional distribuição de brinquedos para crianças carentes dos municípios nesta época de Natal feita pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em parceria com o Governo do Estado.

Em uma publicação no Facebook, o deputado federal delegado Waldir (PR) criticou a entrega dos brinquedos. De acordo com ele, as bonecas do sexo feminino possuem órgão masculino e os bonecos do sexo masculino estão usando batom.

“Você acha correto que o dinheiro que pagamos de impostos sejam utilizados dessa forma? Mais preocupante ainda é usar dinheiro público para incitar, incentivar a ‘ideologia de gênero’ dentro das famílias carentes, quebrando a pureza e ingenuidade de nossas crianças”, escreveu ele.

O deputado estadual Daniel Messac (PSDB) também se manifestou contra a entrega dos brinquedos que, segundo ele, incentivam a “ideologia de gênero”.

De acordo com a OVG, todos os brinquedos distribuídos, mais de um milhão, trazem a clara distinção entre bonecos e bonecas. “São brinquedos de qualidade, certificados e destinados tão somente a alegrar o Natal das crianças que sequer ganhariam presentes não fosse a ação social da Organização”, afirmam.

Qualidade

Os mais de 1 milhão de brinquedos entregues OVG atendem aos mais rigorosos padrões de qualidade e têm a certificação do Inmetro para distribuição. São bonecos e bonecas devidamente vestidos, bolas, joguinhos de dominó, carrinhos tipo Fórmula 1, brinquedo eletrônico educativo e maletas de pintura normalmente encontrados à venda no mercado, destinados a crianças carentes que, sem eles, não teriam Natal.

7
Deixe um comentário

6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Paulo A. L. Pereira

Quem é o fabricante dessas bonecas, a compra passou por critérios, legais… licitação amostra dos produtos, etc. …,

Mara

Este povo não consegue influenciar os adultos estão sedentos pelas crianças,só que estão é despertando a fúria dos pais.

JEFFERSON SANTOS

Tenho 39 anos, no meu tempo de criança os bonecos não tinham pênis e as bonecas não tinham vaginas, pouco importava, as crianças do meu tempo só queriam brincar. Tenho certeza q as crianças de hoje em dia também.
Esses CANALHAS querem tirar de todo jeito a inocência das crianças!
FORA IDEOLOGIA DE GÊNERO!

Osvald Hockfeller

A OVG pode dizer o que quiser, mas a mensagem é liminar mesmo. Ninguém compra brinquedos desta natureza com outro propósito senão promover a “ideologia de gênero”. Esta ong está de conversa fiada.

Mara

No mínimo deve ser ALGUMA ONG ESQUERDISTA, FINANCIADA PELOS CANALHAS DO PT,PSOL,PC DO B, a esquerda podre que quer colocar as garras NAS INOCENTES CRIANÇAS que não tem mais paz.CADEIA NELES.

Aracelle

Podre, nojento. Fora ideologia de gênero!

PAULO IGOR DAS CHAGAS FALCÃO

Será que não se tocam que ninguém é a favor dessa ideologia de gênero, parem de querer erotizar nossas crianças…