OVG distribui mil cestas básicas em Goiânia

Alimentos, caixas de leite e álcool 70% foram entregues no Jardins do Cerrado 2, na região Oeste de Goiânia

Foto: Divulgação

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), deu início, nesta segunda-feira, 6, à distribuição das cestas básicas arrecadadas pela “Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus”. Mais de mil família do Jardins do Cerrado 2, em Goiânia, receberam alimentos, caixas de leite e álcool líquido 70%.

O primeiro bairro escolhido para ser atendido pela ação é um dos mais carentes da capital. Os alimentos foram entregues de porta em porta para impedir aglomerações de pessoas. Os responsáveis pela distribuição usaram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), alguns fabricados por meio da parceria entre a OVG e a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, a primeira-dama Gracinha Caiado acompanhou de perto a ação e agradeceu o empenho de todo o Governo, entidades e sociedade civil organizada, que se uniram para ajudar aqueles que mais precisam.

“É uma alegria enorme ver como pequenos gestos mudam vidas. Eu tenho dito sempre que agora é a hora de cada um assumir responsabilidades e estender a mão ao próximo. O governador Ronaldo Caiado tem feito de tudo para proteger os goianos. Hoje, a mão do Estado chegou a essas famílias. Ninguém ficará para trás, tenham certeza disso”, afirmou.

Desde que a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus foi lançada, a OVG e o Governo de Goiás traçam estratégias para que as cestas básicas arrecadadas e adquiridas pelo Estado cheguem às famílias que foram diretamente afetadas pela pandemia.

“Minha geladeira estava praticamente vazia. Foi uma benção receber essa cesta básica”, afirmou a dona de casa Adeildes Conceição Silva, 32 anos, que se emocionou ao receber a doação. Mãe de cinco filhos, ela está desempregada e a única fonte de renda é do esposo que faz bicos como catador de papel e produtos recicláveis.

A costureira Sandra Cristina Gonçalves, 35 anos, também ficou aliviada com a ajuda. Sua única fonte de renda no momento tem sido o programa Bolsa Família. “Tenho cinco filhos e não tenho ninguém para me ajudar. Essa cesta veio na hora certa”, agradeceu.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, que acompanhou a ação, aproveitou para reconhecer e parabenizar o trabalho das forças de segurança. “ Me dá orgulho imenso de estar participando desse processo, mesmo complicado do jeito que está no mundo todo. Saber que os policiais de Goiás não só combatem o crime, mas se envolvem em uma causa tão nobre como essa me orgulha de estar à frente da Secretaria”, enalteceu.

Próximos passos

O objetivo é continuar a distribuição de cestas básicas e produtos de limpeza nos próximos dias, em bairros vulneráveis da Região Metropolitana de Goiânia e com uma população predominantemente carente. O Entorno do Distrito Federal também deve receber ações semelhantes.

Para facilitar o trabalho, foi criado um comitê responsável pela captação, planejamento, logística e entrega das doações, formado por representantes da OVG, Gabinete de Políticas Sociais, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria de Indústria Comércio e Serviços, Secretaria de Segurança Pública, Emater e Secretaria de Estado de Esporte e Lazer.

A Organização orienta que, ao abrir o portão, os pais ou responsáveis evitem estar acompanhados por crianças. Preferencialmente, as cestas básicas e demais itens doados devem ser recebidos por pessoas que não estejam no grupo de risco, como os idosos.

A Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus contou com a parceria do projeto “Mesa Brasil”, do Sesc, da Federação do Comércio de Goiás (Fecomércio), além de diversos empresas privadas e entidades de classe.

Como ajudar

As doações de gêneros alimentícios podem ser entregues em todas as secretarias, agências e fundações estaduais, além das sedes da OVG, no Setor Bueno, e do Programa Mesa Brasil, no Jardim Guanabara. Na capital e no interior, os donativos também podem ser entregues nos quartéis do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e nas delegacias da Polícia Civil.

Os interessados em contribuir com dinheiro podem doar qualquer valor por meio da Plataforma do Voluntariado (ovg.org.br/voluntariado) ou com depósito na conta da OVG.

Pontos de recebimento de doação em Goiânia:
Local: Goiânia Arena (Av. Fued José Sebba, Jardim Goiás)
Horário: das 8h às 17h (de segunda a sexta-feira)

Local: Sede do Programa Mesa Brasil Sesc Goiás – Avenida Vera Cruz, quadra 45A, lotes 1 a 7 – Jardim Guanabara
Horário: das 8h às 13h.

Pontos de recebimento de doação na capital e no interior:
Sedes das secretárias, agências e fundações estaduais, quartéis do Corpo de Bombeiro, da Polícia Militar e nas delegacias da Polícia Civil.
Horário: das 8h às 17h.

Conta para doações:
Banco: Bradesco – 237
Agência: 0244
Conta Corrente: 45059-6
Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás
CNPJ: 02.106.664/0001-65

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.