Operação investiga organização criminosa que extorquia vítimas de roubo a veículos

Chefe de organização agia de dentro de presídio em Luziânia

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 5, operação que investiga organização criminosa especializada em extorquir vítimas de furto e roubo de veículos.

De acordo com as investigações, os criminosos faziam contato com Batalhões de Polícia Militar e Delegacias de Polícia, se passando por policiais, para conseguir informações sobre a ocorrência envolvendo os veículos subtraídos das vítimas.

Com isso, eles entravam em contato com as vítimas e cobravam um valor em dinheiro sob a promessa de restituir os bens furtados. Desde a deflagração da operação, nove pessoas já foram presas. Entre elas, seis em Luziânia, uma no Novo Gama e uma na Cidade Ocidental.

Além disso, um dos alvos já está preso na Cadeia Pública de Luziânia, e aplicava golpes em tela. Os outros forneciam suas contas bancárias para o chefe da organização em troca de comissão.

As investigações foram iniciadas pela Polícia Civil do Estado do Paraná, com posterior apoio da Polícia Civil do Estado de Goiás, tanto na localização dos suspeitos, quanto nas diligências operacionais.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.