Operação da PC prende casal suspeito de integrar organização criminosa que praticava golpes contra idosos

Além da decretação da prisão dos investigados, também houve o bloqueio de bens e sequestro de valores das contas dos suspeitos

Associação criminosa especializada na prática de estelionato contra idosos | Foto: divulgação/ PC

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) cumpriu na quarta-feira, 22, dois mandados de prisão temporária expedidos contra um casal investigado por integrar uma associação criminosa especializada na prática do crime de estelionato contra idosos.

No mês de abril de 2021, os policiais civis prenderam em flagrante uma mulher investigada pelo mesmo crime. Na ocasião, ela recebeu, em sua conta bancária, R$ 4.835 após um dos comparsas do grupo se passar pelo filho de uma senhora idosa, residente em Goiânia, e solicitar a transferência do numerário para a conta da investigada.

A partir desta prisão, os policiais aprofundaram as investigações e identificaram outros dois integrantes do grupo, um homem e uma mulher.

Segundo a PC, a mulher do casal, inclusive, já havia sido presa em flagrante delito no mês de outubro de 2020, pelos agentes, também pela prática do crime de estelionato. O homem, por sua vez, é investigado pela prática de estelionato eletrônico, pela Polícia Civil do Tocantins.

No momento da prisão, os policiais encontraram com o casal 20 cartões bancários de pessoas diversas, muitos deles com a senha anotada nos próprios cartões, uma maquineta de cartão comumente utilizada para tentar dar licitude aos valores angariados com os golpes e uma agenda contendo anotações de diversos números de cartões. Um automóvel e uma motocicleta também foram apreendidos.

Além da decretação da prisão dos investigados, também houve o bloqueio de bens e sequestro de valores das contas dos suspeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.