ONU contabiliza mortes de 1.104 civis em guerra entre Rússia e Ucrânia; 96 são crianças

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), desde o início da guerra (24 de fevereiro), 1.754 civis ficaram feridos nas zonas de guerra

A Organização das Nações Unidas (ONU) contabilizou 1.104 civis mortos na Rússia e na Ucrânia no primeiro mês da guerra, entre os dias de 24 de fevereiro e 25 de março. Foram 96 crianças mortas e 105 feridas. Ao todo, 1.754 civis ficaram feridos durante os 32 dias de guerra. Segundo o gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia, o número de vítimas entre crianças é maior do que o divulgado pela ONU, são 136 mortos e outros 199 feridos até às horas do último sábado, 26. 

Ao todo, 750 das mortes de civis ocorreram em territórios controlados pelo governo ucraniano, como na capital Kiev e nas cidades de Chernihiv e Odesa. O relatório ainda aponta que a principal causa de mortes e ferimentos foram explosivos com grande área de impacto, como bombardeios de artilharia pesada, foguetes de lançamento múltiplo, mísseis e ataques aéreos.  

Migração e imigração

Além das mortes, segundo a Unicef, cerca de 4,3 milhões de crianças deixaram as suas casas na Ucrânia, 1,8 milhão fugiram para outros países. Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, este total representa metade dos menores de idade ucranianos. A agência da ONU explica que 1,8 milhão de crianças cruzaram as fronteiras e estão refugiadas, enquanto 2,5 milhões vivem como deslocadas em outras áreas do país. 

A diretora-executiva do Unicef, Catherine Russell, declarou que “a guerra tem causado um dos deslocamentos em larga escala mais rápido envolvendo crianças desde a Segunda Guerra Mundial”.Russell lembra que “as consequências poderão perdurar por várias gerações” e destaca que “a violência terrível, sem pausas, está ameaçando a segurança, o bem-estar e o acesso a serviços essenciais.” 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.