Novo sistema de bilhetagem do transporte público da Região Metropolitana vai permitir compra online

Mudanças serão apresentadas pela CMTC e RMTC nesta terça-feira, 26. Entre as opções está biometria fácil, crédito, débito e pagamento em nuvem

Foto: Renan Accioly/Jornal Opçãoônib

A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), juntamente com a Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC), apresentam nesta terça-feira, 26, o novo modelo de bilhetagem eletrônica para o transporte público da Grande Goiânia. Segundo os órgãos, a proposta é oferecer maior comodidade e segurança para os usuários.

Conforme detalhado em nota publicada pela CMTC, o sistema a ser aplicado já está em operação em outras cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e São Paulo. As mudanças buscam atender a evolução tecnológica. Entre as novas possibilidades, formas de pagamento alternativas ao uso de cédulas ganham protagonismo.

O sistema de bilhetagem terá funcionalidades como biometria facial, pagamento por QR Code, cartões Sitpass, cartão de crédito ou débito por aproximação (NFC), pagamento em nuvem, recarga a bordo, wi-fi a bordo e atualização de dados dos cartões a bordo. A primeira fase, que contempla a biometria facial e o QR Code, será executada em até oito meses após a assinatura do contrato, detalha a CMTC. Já a segunda fase terá prazo de conclusão de quatro meses após o término da primeira etapa.

Além da comodidade, as responsáveis pelo transporte público da Região Metropolitana preveem que as novas opções irão gerar maior segurança para os usuários, sem a necessidade da utilização de dinheiro em espécie.

Atual sistema

Sobre possíveis prejuízos ao atual sistema de bilhetagem, a CMTC afirma: “A transição para o novo sistema de bilhetagem será executada sem prejuízos ao sistema atual. Todas as etapas do processo vão acontecer de forma a minimizar o impacto durante o período de transição. O objetivo é esclarecer para os usuários todos os benefícios que chegarão com a mudança, por meio de campanhas nas redes sociais e nos terminais de integração da RMTC”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.