Predileção pela reeleição de Trump tem gerado polêmica, já que, caso outro candidato ganhe disputa, relação entre Brasil e Estados Unidos ficaria abalada

Diplomata Nestor Forster é o novo embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Foto: Divulgação | Itamaraty.

Aprovado pelo Senado para ser o novo embaixador do Brasil nos Estados Unidos, o diplomata Nestor Forster afirmou nesta terça-feira, 22, que as relações entre dos dois países independem da reeleição do presidente Donald Trump.

Forster afirmou, em entrevista à CNN, que o Brasil possui “um diálogo fluido” tanto com o Partido Republicano, de Trump, quanto com o Partido Democrata, do candidato de oposição Joe Biden.

A predileção do governo brasileiro pela reeleição de Trump tem gerado polêmica, já que, caso o outro candidato ganhe a disputa, a relação entre o Brasil e os Estados Unidos ficaria abalada.

O diplomata ressaltou que acredita que uma relação próxima com o governo americano é imprescindível para a aceleração do desenvolvimento brasileiro.

“Historicamente, desde a Segunda Guerra Mundial, todos os países que deram um salto econômico, que melhoraram muito a qualidade de vida das suas populações, tiveram uma relação especial com os Estados Unidos”, disse ele, em referência a Alemanha, Canadá, Coreia do Sul e Japão.