Nova explosão ocorre em subestação de energia; veja vídeo

Apesar das imagens registradas, a Enel afirmou que “não houve fogo, e sim eletricidade”, e que “a fumaça e o clarão foram consequências do curto-circuito”

Subestação de energia de Anápolis, localizada a 55 quilômetros da capital goiana, registrou nova explosão na manhã desta quinta-feira, 28. No último domingo, o local já havia tido diversas outras causadas por curtos circuitos. Dessa vez, no entanto, a Enel Distribuição Goiás afirmou ter sido por culpa de um ouriço.

A companhia elétrica afirmou ao jornal Metrópoles que o animal foi encontrado morto ao lado de um dos transformadores. Apesar das fortes imagens registradas por moradores da região, com forte emissão de fumaça, ao Jornal Opção, a Enel afirma que “não houve incêndio” e que “a fumaça e as faíscas vistas no local são decorrentes do curto [circuito]”.

Ao ressaltar que não houve incêndio no local, apesar das imagens registradas, a Enel afirmou que “não houve fogo ,e sim eletricidade”, e que “a fumaça e o clarão foram consequências do curto-circuito”.

Veja as imagens da explosão:

A Enel ainda afirma que duas subestações móveis e um gerador a diesel seguem na unidade para “garantir o suporte necessário ao fornecimento de energia do município”. Para substituir a subestação, uma nova vem sendo construída ao lado e será inaugurada em julho do próximo ano: a Subestação Anápolis Universitário. 

Confira a nota da Enel na íntegra:

“A Enel Distribuição Goiás informa que normalizou o fornecimento de energia para 100% dos clientes que tiveram o serviço interrompido após curto-circuito na Subestação Anápolis Universitário hoje. A ocorrência não atingiu nenhum transformador da unidade e não houve incêndio. A fumaça e as faíscas vistas no local são decorrentes do curto.

A companhia esclarece que imediatamente iniciou manobras na rede elétrica, por meio de equipamentos telecontrolados e com atuação de equipes de campo. Técnicos seguem atuando na subestação e manobras na rede podem ser necessárias ao longo do dia, podendo gerar pequenas interrupções no serviço, sentidas pelos clientes como oscilações. A distribuidora ressalta que duas subestações móveis e um gerador a diesel seguem na unidade para garantir o suporte necessário ao fornecimento de energia do município.

A Enel acrescenta, ainda, que iniciou este ano a construção de uma nova subestação ao lado da Subestação Anápolis Universitário. Trata-se de uma subestação compacta, que ocupa menos espaço do que o padrão tradicional e que conta com o que há de mais avançado em tecnologia. Ela substituirá a antiga subestação, construída na década de 70. As obras já estão em estágio avançado, com cerca de 60% concluídas, e a previsão é de que a entrega ocorra em julho de 2022. Nesta obra, a Enel está investindo cerca de R$ 40 milhões.

Apesar de a Enel Distribuição Goiás informar que o fornecimento de energia já foi formalizado para 100% dos clientes, a Saneago afirmou que o funcionamento dos reservatórios do município permaneceu parado por 45 minutos. “Com isso, a produção de água foi prejudicada e pode haver intermitência no abastecimento, principalmente nos horários de pico”, escreve a estatal, que acrescenta que o sistema de abastecimento de água deve ser recuperado ao longo da noite.

Leia a nota da Saneago na íntegra:

“A Saneago informa que o bombeamento de água está normalizado na Estação de Tratamento de Água de Anápolis e que, por enquanto, os reservatórios estão trabalhando com bons níveis. Foram registradas cerca de 5 quedas de energia elétrica na unidade, na manhã de hoje (28), e o funcionamento do sistema ficou paralisado por 45 minutos. Com isso, a produção de água foi prejudicada e pode haver intermitência no abastecimento, principalmente nos horários de pico. O sistema de abastecimento de água deve ser recuperado ao longo da noite.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.