Netshoes dobra preço de camisa do Chapecoense, é detonada e tem que se explicar

Valor do item na loja virtual subiu mais de cem reais no mesmo dia em que acidente aéreo matou equipe de futebol. No Twitter, marca responsabilizou a Black Friday 

chapecoense-camisa

Reprodução

A loja de artigos esportivos Netshoes acabou se tornando alvo de polêmica na manhã desta terça-feira (29/11) após viralizar nas redes sociais prints que mostravam um aumento inesperado no valor da camisa do clube Chapecoense, de Santa Catarina.

O reajuste no preço do item, que praticamente dobrou na loja virtual, ocorre no mesmo dia em que caiu o avião que transportava o time para a final da Copa Sul-Americana, na Colômbia, deixando 75 mortos, entre jogadores, tripulantes e jornalistas.

A camiseta que custava R$ 129,90 no catálogo da loja, até a última segunda-feira (28), passou a custar R$ 249,90. Internautas não perdoaram e acusaram a marca de se aproveitar financeiramente da tragédia.

Diante da repercussão negativa, a loja virtual teve que se explicar sobre o aumento. Em sua conta no Twitter, a Netshoes esclareceu que a mudança nos preços ocorreu devido à promoção na Black Friday, que aconteceu na última sexta-feira (25).

“Em virtude da Black Friday, a camisa da Chapecoense estava com preço promocional e, na manhã de hoje, teve suas últimas unidades vendidas por R$ 159,00. Com o esgotamento do produto, por uma programação de sistema, o valor retornou ao preço original R$ 249,00, junto com o alerta de indisponibilidade do produtos”, informa a nota.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.