Neste ano, cerca de 33% dos consumidores devem investir o 13º nos presentes de Natal

A pesquisa também aponta que 16% das pessoas afirmaram que pretendem quitar dívidas e pagar impostos com o dinheiro extra

Em um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em Goiânia e outras capitais brasileiras, mostrou que 33% dos brasileiros vão usar o dinheiro do décimo terceiro para comprar presentes de Natal. Contudo, 34% alegaram que pretendem poupar o recurso.

A pesquisa também mostrou que 16% pretendem quitar as dívidas em atraso e outros 16% vão pagar impostos e tributos com o valor fornecido. “Se o consumidor opta por quitar as dívidas em atraso, ele ganha fôlego para comprar no fim de ano. Já quem está com o orçamento mais controlado pode utilizar o dinheiro na Black Friday e no Natal. Em ambos os casos a economia sai ganhando”, declarou o presidente da CDL Goiânia, Geovar Pereira.

O levantamento também averiguou que 59% dos pesquisados afirmaram que pretendem trabalhar informalmente no período natalino, justamente para poder gastar mais em compras de Natal. Entre os entrevistados que afirmaram isso, a maioria são mulheres, representando 64%.

O presidente da CDL vê como muito positivo para a economia o período de compras natalinas desse ano. “Por ser uma data de muito simbolismo, o consumidor fica inclinado a adquirir produtos mais caros e melhores. Além disso, com o relaxamento das medidas de isolamento, o Natal deve contar com mais reuniões familiares ou entre amigos, fator que vai movimentar o comércio em todas as capitais”, analisou Pereira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.