“Não há justificativas técnicas, é por pura incompetência”, diz Kitão sobre Saúde em Goiânia

Vereadores posicionaram-se sobre problemas enfrentados nos Cais da Capital e estudam providências após reunião com a secretária Municipal de Saúde

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A saúde em Goiânia vem passando por graves problemas. De um lado, reclamações dos usuários do sistema público, do outro, a Secretaria Municipal, que nega a existência de qualquer irregularidade no serviço. As principais vítimas dessa situação são as crianças, já que a falta de atendimento pediátrico tem sido uma constante nos Cais da capital goiana.

Vereadores se posicionam sobre descaso da Prefeitura com a Saúde no Município. A vereadora Sabrina Garcês (PTB) falou ao Jornal Opção: “A saúde tem matado em Goiânia, o que seria para salvar, está condenando a população”. A vereadora diz ainda que o prefeito Iris Rezende (MDB) está sendo negligente ao afirmar que a área da administração municipal está bem, “é uma falta de respeito da prefeitura”.

Propostas

Sabrina diz que já propôs uma descentralização do atendimento pediátrico em Goiânia, já que ele ocorre apenas no Cais de Campinas. “Falta estrutura, falta medicamento, e a Secretaria Municipal de Saúde não faz nada”, disse.

Quando questionada sobre os próximos passos da Câmara, a vereadora disse que os vereadores conversarão com o prefeito e a titular para cobrar um posicionamento. “Essa situação não pode ficar como está”, conclui.

A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, foi convocada a comparecer na Câmara dos Vereadores nesta terça-feira, 2, para prestar esclarecimentos sobre a falta de médicos nas unidades de Saúde da Capital, em especial no setor de pediatria. O vereador Lucas Kitão (PSL) diz já prever respostas não coerentes por parte da titular.

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Ineficiência

O parlamentar alega que o caos na saúde em Goiânia vem acontecendo desde o início das atividades de Fátima no cargo da secretaria: “O caso é de ineficiência, falta experiência administrativa por parte dos envolvidos. Não há justificativas técnicas, o que tem acontecido é por pura incompetência”.

Kitão falou ao Jornal Opção que realizou visitas de madrugada nas unidades de saúde, e foi constatado que os atendimentos encerravam-se todas nas quintas-feiras, às 19h. Entretanto, após novas denúncias, verificaram que o serviço agora estava sendo encerrado às terças-feiras.

Alternativas

O vereador disse, ainda, que já estão estudando novas providências. Eles acreditam que a reunião com a secretária não resultará em uma solução para o problema.

O vereador do PSL também repudiou a fala de alguns colegas da Câmara que afirmaram que a saúde do município se encontra em boas condições. “Tenho dó de quem tem filho pequeno e não tem condição de pagar um plano de saúde para essas crianças”, declarou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.