Na TV, Bolsonaro cita Lula e Haddad aponta cenário de violência das eleições

Horário eleitoral retornou nesta sexta-feira (12/10) na rádio e na televisão 

Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (12/10), a apresentação do horário eleitoral gratuito retornou com os candidatos ao segundo turno. Os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) usaram o tempo para atacar os adversários e se apresentarem ao eleitores.

Bolsonaro focou no medo do comunismo e relacionou Haddad ao ex-presidente Lula, chegando a apontar que o ex-prefeito de São Paulo será apenas “um bonequinho e o Lula vai ser o cabeça de tudo”. O candidato do PSL ainda lembrou o ataque com faca, citou a filha Laura e apresentou sua biografia.

“Vamos eleger um presidente que vai fazer a nação crescer, pois precisamos de políticos honestos e patriotas”, finaliza a peça.

Ao contrário da rádio, a propaganda petista mostrou o ex-presidente Lula, em cerca e 10 segundos de vídeo. O candidato do PT apontou ainda a onda de violência nas últimas semanas no país.

“Este é o Brasil de Bolsonaro. Se a violência já chegou nesse nível, imagine se ele fosse presidente”, diz a apresentadora. Por fim, a trajetória de Haddad é apresentada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.