Na luta contra o racismo, 1,5 mil pessoas se unem em “Abraço Negro” na Tamandaré

Ação faz parte da 17ª edição do projeto Abraço Negro que é fruto das atividades realizadas nas escolas municipais e estaduais

A Praça Tamandaré, em Goiânia, vai receber nesta segunda-feira (20/11) mais de 1.500 estudantes, profissionais da educação e parceiros parceiros na 17ª edição do projeto Abraço Negro, promovido pelo Sindicatos dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) e entidades parceiras. A data é uma referência ao Dia Nacional da Consciência Negra.

Além do tradicional abraço coletivo, também serão realizadas atividades culturais e artísticas.

O evento vai reunir o Movimento Negro e várias instituições, voluntários, além de escolas da rede municipal, estadual da Capital e de Aparecida de Goiânia, em um abraço simbólico de luta contra o racismo e preconceito.

O objetivo do projeto é ampliar as discussões em torno das questões raciais, bem como, sensibilizar a sociedade e a comunidade estudantil de que racismo é crime, está presente em nosso cotidiano e precisa ser combatido.

O Movimento Negro promove desde 2000 o tradicional Abraço Negro, oito anos depois o Sintego juntamente com a Central Única dos Trabalhadores (CUT-GO), levantou a bandeira do combate ao racismo e incluíram na agenda anual das entidades, ações de cunho pedagógico que proporcionem uma reflexão profunda sobre a temática.

Além da Praça Tamandaré, palco da 17ª edição do Projeto, outros monumentos públicos e praças de Goiânia já foram abraçados simbolicamente, a exemplo a Praça Cívica, Praça Universitária e Assembleia Legislativa de Goiás.

Novembro Negro

Durante todo este mês, o Sintego está participando das atividades do Novembro Negro, evento desenvolvido por diversas entidades do movimento social que lutam contra o racismo e o preconceito, com programação composta por atividades voltadas à temática étnico-racial, alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra e de Zumbi dos Palmares.

O Abraço Negro é a culminância das atividades realizadas tanto nas escolas municipais como nas estaduais, ao longo de todo ano letivo em todo estado de Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.