MP Eleitoral em Goiás impugna 12 registros de candidatura. Confira lista

Contestações dos registros se referem a sete candidatos ao cargo de deputado estadual, quatro a deputado federal e um para senador

O Ministério Público Eleitoral impugnou 12 pedidos de registros de candidatura de políticos inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa. As contestações dos registros se referem a sete candidatos ao cargo de deputado estadual, quatro a deputado federal e um para senador.

As impugnações pelo MP Eleitoral deram-se por razões diversas, como rejeição de contas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ou pelo Tribunal de Contas da União (TCU); condenações por ato de improbidade administrativa, pela prática de crimes comuns e eleitorais e por excesso de doação em campanha.

Nas eleições de 2014, foram 27 impugnações de candidaturas apresentadas pelo MP Eleitoral em Goiás com base na Lei da Ficha Limpa, e 30 nas eleições de 2010.

Confira abaixo a lista completa das candidaturas impugnadas com base na Lei da Ficha Limpa:

Deusmar Barbosa da Rocha (DEM) – candidato a deputado estadual (Deusmar);

Luiz Henrique Lima Caland (PMB) – candidato a deputado federal (Luiz Caland);

Delta Araújo Campos (MDB) – candidata a deputada federal (Professora Delta);

Chaene Bibiano da Silva Oliveir (PHS) – candidato a deputado estadual (Pastor Chaine Bibiano);

Getúlio de Alencar (PTB) – candidato a deputado estadual (Padre Getúlio);

Agnaldo Francisco Toledo (PRP) – candidato a deputado estadual (Agnaldo Toledo);

Erciley Pires Santana (Patriota) – candidato a senador (Santana Pires);

Ernani José de Paula (PP) – candidato a deputado estadual (Ernani de Paula);

Lair da Silva Mendonça (Avante) – candidata a deputada estadual (Lair Mendonça);

Milva de Melo Cavalcante Oliveira (PSDB) – candidata a deputada federal (Milva Cavalcante);

Osmar Pires de Magalhães (PSB) – candidato a deputado estadual (Osmar Magalhães);

Alcides Ribeiro Filho (PP) – candidato a deputado federal (Professor Alcides).

Deixe um comentário